A partir de hoje, vamos conversar com donos de e-commerces para entendermos mais sobre as dificuldades, desafios, estratégias e conquistas obtidas. O escolhido para estreiar a série é o Almir Piovesan que, junto ao Cauê Moura, comanda a loja virtual Desce a Letra, um dos principais cases de sucesso da Bertholdo.

Conversa com o dono do e-commerce: Desce a Letra

Primeiro, vamos conhecer o canal e a loja Desce a Letra 😉

Desce a Letra: conheça o canal e a loja virtual

Desce a Letra, primeiro, surgiu como um canal criado no Youtube, em março de 2010, ideia do, então recém-formado em Publicidade e Propaganda, Cauê Moura. Para conhecer o canal, clique aqui!

O Cauê foi um dos pioneiros no formato conhecido na época como ‘vlogger’, que, em resumo, consistia em uma pessoa falando para a câmera.

Cauê Moura da loja Desce a Letra 

Com o sucesso do canal, depois de quase 4 anos, surgiu a ideia de colocar no ar a loja virtual Desce A Letra, que, hoje, comercializa camisas, moletons e acessórios descolados para homens e mulheres.

Agora, conheça a trajetória do e-commerce da marca que, vamos combinar, deu mais que certo. Leia e inspire-se!

Entrevista com o dono do e-commerce: Almir Piovesan do Desce a Letra

Desde o início, Almir se mostrou muito solícito em responder todas as perguntas que fizemos. Por isso, aqui, nessas linhas, você vai encontrar ideias, dicas e muitas sacadas para quem quer fazer seu e-commerce crescer de verdade.

Quais foram as principais dificuldades no início? 

A loja foi lançada numa plataforma pequena, sem grandes pretensões e, para a nossa surpresa, em 24 horas já registramos mais de 1.500 pedidos.

A empresa que administrava a plataforma retirou a loja do ar, pois ela estava consumindo toda banda disponível, deixando os outros clientes na mão.

Rapidamente, um grande amigo do Cauê propôs colocar a loja junto da Rocktez, que é um marketplace focado no público gamer. Ficamos por lá por uns dois anos e depois resolvemos assumir integralmente a administração da loja, passando para a plataforma Magento.

Sobre o trabalho em conjunto com a Bertholdo, como aconteceu essa escolha? 

Nossa loja estava hospedada com uma empresa que não era especializada em comércio eletrônico. A estrutura que foi montada estava superestimada, com custos incompatíveis. Além disso, tínhamos que manter um desenvolvedor em tempo integral, também aumentando nossos custos. 

Por tudo isso que citei acima, comecei a pesquisar alternativas e conheci a Bertholdo. Lembro que fiquei surpreso com a proposta de ‘faça um diagnóstico de sua loja‘, sem compromisso nenhum. A partir de então, começamos um trabalho em conjunto.

Quais os principais resultados obtidos após a contratação da Bertholdo? 

O primeiro objetivo foi a redução de custos, alcançado de forma imediata. Logo em seguida, com o suporte fornecido pela Bertholdo, também substituímos o desenvolvedor que trabalhava conosco (na realidade, ele virou um prestador de serviços, o que é muito mais compatível com nossa necessidade).

Mas, o melhor da Bertholdo é a assessoria fornecida para a nossa loja. Fazemos reuniões para analisar resultados, avaliar o trabalho e definir novos rumos. Somos tratados de forma especial, com aquele ‘carinho mineiro’!

Como vocês utilizam os meios de comunicação, como as redes sociais, para conversar com o público da marca? 

Como nossa loja é focada no trabalho do Cauê, e voltada para o público dele, que é jovem, as redes sociais são essenciais.

O Cauê tem um grande alcance e ele é o sonho de toda loja: um formador de opinião (ou melhor, um ‘digital influencer’), que está 100% focado nos resultados da loja virtual. Ele tem mais de 5 milhões de inscritos no Youtube, mais de dois milhões e trezentos mil seguidores no Twitter, mais de um milhão de curtidas na  página do Facebook e, praticamente, um milhão no Instagram.

Temos uma pessoa que cuida das redes, interagindo com clientes o tempo todo e não deixamos nenhuma pergunta sem resposta. Podemos dizer que somos o único canal do Brasil, do nosso porte, que responde a 100% das interações na página do Facebook.

Conversa com o dono do e-commerce: Desce a Letra

Gostou das sacadas do Almir Piovesan?

Viu que sucesso? Conta pra gente, nos comentários, o que achou da entrevista, se ficou alguma pergunta de fora e quem você gostaria de ver na série “Conversa com o dono do e-commerce”. Até a próxima!

(Visited 543 times, 1 visits today)