Preços atrativos, variedade, comodidade — essas são algumas das características do e-commerce que conquistaram os consumidores. O aumento do setor levou lojas físicas a agregarem canais eletrônicos de venda e atendimento para garantirem sua expansão. Mas, para tornar o comércio virtual mais lucrativo, é preciso reduzir o custo operacional.

Se você quer saber como fazer isso e melhorar os resultados financeiros do seu e-commerce, não perca nossas 5 dicas. Acompanhe!

Dicas para reduzir o custo operacional do e-commerce

1. Negocie com fornecedores

Uma boa negociação pode resultar em preços diferenciados, principalmente para um lojista com alta demanda de compras. Estabeleça parcerias que valorizem sua regularidade e quantidade por meio de descontos ou condições especiais.

Identifique os produtos que têm demanda alta e representam um volume comercial significativo. Aborde o fornecedor mostrando que um bom desconto trará vantagens para as duas partes — você poderá oferecer um preço mais competitivo para o consumidor, gerando mais vendas para a sua loja e também para ele!

2. Adote boas práticas de logística

O e-commerce tem algumas características diferenciadas, por isso, alguns erros não podem acontecer: demora para enviar o produto, processos de expedição desorganizados, erros na entrega etc.

Por esse motivo, seus processos de logística devem ser organizados. Eles precisam ser claros para o consumidor, práticos para a empresa, eficientes e baratos. Procure parceiros que possam atender às diferentes necessidades do cliente.

Isso significa que você pode ter um parceiro para entregas mais ágeis, caso o cliente queira e deseje pagar por isso. Porém, a empresa não deve descartar opções mais baratas que ofereçam o mesmo serviço, mas com um prazo maior.

Lembre-se também de que existe um grande número de trocas no e-commerce. Por isso, é preciso contar com um bom sistema de logística reversa, garantindo a satisfação do consumidor.

3. Tenha uma gestão de estoque correta

Administrar corretamente o estoque é essencial para o e-commerce. Não se pode perder vendas porque o cliente não encontrou o produto que desejava ou, ainda pior, comercializar uma mercadoria e depois descobrir que ela foi destinada a outro consumidor.

A automação costuma ser a melhor alternativa para evitar erros de registro, o desperdício de mercadorias e, principalmente, para favorecer o planejamento eficiente das compras.

4. Recorra a uma consultoria

A internet criou a possibilidade de levar sua loja a qualquer lugar do país ou, até mesmo, do planeta. Ela é extremamente acessível, e realmente as pessoas têm muita facilidade para comercializar seus produtos.

Mas, para permanecer nesse mercado, ganhar força e crescer, o negócio precisa ser profissional. Isso significa que não dá para conduzir todos os processos envolvidos de forma amadora e obter bons resultados.

Colocar seu comércio à frente nos mecanismos de busca, ter um site funcional, integrar sistemas e organizar processos de forma eficiente e lucrativa exige profissionalismo.

Uma consultoria em e-commerce pode orientá-lo a alcançar esse nível de performance e propor soluções que farão toda a diferença para estabelecer um diferencial competitivo e conquistar o mercado.

5. Abrace a tecnologia

Tecnologia não é custo — é investimento! Especialmente no e-commerce, ela é essencial para organizar os processos, evitar erros, reduzir custos e oferecer preços e prazos mais competitivos.

No entanto, é preciso tomar cuidado. Você receberá ofertas de muitas novidades, mas é preciso analisar a relação custo-benefício dos investimentos, a fim de garantir ganhos a médio e longo prazo.

Mais uma vez, recorrer à assessoria especializada é uma forma de evitar gastos desnecessários e investir apenas em recursos que promoverão um retorno efetivo.

Pronto para reduzir o custo operacional do seu e-commerce?

Entendeu como é possível reduzir o custo operacional do seu e-commerce e aumentar a lucratividade? Gostou do post?

Qual dica você mais gostou e pretende aplicar na sua loja virtual? Conte para nós, deixe um comentário.

Quer ter acesso a outros conteúdos como este? Então não perca tempo! Siga-nos no LinkedIn, Google+, Facebook e YouTube! Sempre temos dicas para alavancar o sucesso do seu negócio.

(Visited 419 times, 1 visits today)