Qual é a importância do analista de e-commerce para o seu negócio?

O analista de e-commerce está diretamente envolvido na operação e na gestão de um comércio eletrônico, mas as suas funções variam de acordo com as demandas de cada empreendimento. Esse profissional (ou empresa encarregada) pode atuar no cadastro de produtos, no gerenciamento de plataformas, na divulgação, no atendimento ao cliente e até no controle de estoque e logística.

Independentemente das tarefas do cargo, o colaborador deve ter um entendimento completo da loja virtual e contribuir para a execução coerente de todas as partes. Sendo assim, são esperados um conhecimento multidisciplinar e uma familiaridade com tópicos essenciais dos e-commerces modernos, como plataformas de conteúdo, sistemas de pagamento e publicidade online (Ads).

A procura por esse tipo de serviço cresce junto à surpreendente ascensão do setor — em 2020, o faturamento do comércio eletrônico cresceu 56,8% em relação ao ano anterior, de acordo com a ABComm. Continue a leitura para conhecer melhor a área e a sua importância!

Analista de e-commerce

O que faz um analista de e-commerce?

Como dito, o analista de e-commerce apresenta uma atuação variável. A tecnologia implementada na loja virtual, a estrutura administrativa do negócio, as estratégias de divulgação e até o porte da empresa podem influenciar a rotina do cargo.

Há casos em que ele assumirá um papel semelhante ao de um gerente. Mas há também a possibilidade de ele atuar sob as ordens de um. De maneira geral, as principais atividades desempenhadas por esses profissionais são:

  • cadastro e atualização de produtos;
  • contagem de estoque e separação de mercadorias;
  • liberação de pedidos e acompanhamento de entregas;
  • atendimento ao cliente via e-mail, chat, rede social ou telefone;
  • gerenciamento de campanhas de Marketing Digital (Ads, e-mail marketing e promoções);
  • gestão de logística e logística reversa;
  • monitoramento e otimização de resultados;
  • configuração e gerenciamento de softwares (ERPs, CRMs, CMSs etc.).

Quem pode realizar esse trabalho?

Não existe um título específico requerido para esse cargo. Tal como várias outras carreiras atreladas ao Marketing Digital, é esperado que o colaborador tenha domínio e experiência em funções básicas da área, como ferramentas de divulgação online e atividades comerciais.

São comuns profissionais com formação (graduação ou pós-graduação) em Marketing, Publicidade e Propaganda, Administração e Logística. Entretanto, independentemente do currículo acadêmico, é fundamental que o analista se mantenha atualizado por meio de conteúdos, eventos e cursos da área, pois o mercado se transforma com muita agilidade.

Além de ter competência técnica nas funções que desempenhará no cargo, algumas habilidades são desejáveis, como:

  • saber lidar com vendas, negociações e transações comerciais em geral;
  • apresentar postura de liderança e boa desenvoltura na comunicação com clientes, colegas, parceiros e fornecedores;
  • ser organizado, proativo e comprometido com prazos;
  • estar disposto a trabalhar sob pressão.

Vale destacar que esse trabalho também pode ser desenvolvido de maneira externa. Empresas especializadas em gestão de e-commerces podem se encarregar de várias dessas funções, liberando o empreendedor e os seus funcionários para outras atividades.

Qual é a importância do analista de e-commerce?

À primeira vista, uma loja virtual nos parece um software robusto capaz de cuidar de toda a comercialização dos produtos de maneira automática — muitos empreendedores, inclusive, são atraídos por essa impressão.

De fato, as plataformas evoluíram muito nos últimos anos e várias demandas envolvidas nesse trabalho foram automatizadas. Entretanto, o sucesso de qualquer negócio na internet ainda depende de muito trabalho humano.

São muitos serviços envolvidos, do dia a dia de uma loja comum (como fluxo de mercadorias, negociações com fornecedores, transações financeiras e responsabilidades fiscais) às tarefas ligadas à manutenção e à divulgação da loja virtual (como atualização de softwares, produção de conteúdo, gestão de tráfego e publicidade online).

Além de atuar diretamente ou indiretamente em todas essas funções, o analista de e-commerce também desempenha um papel central na cobiçada satisfação do cliente — fator vital para a saúde do negócio. Por isso, é extremamente importante ter profissionais qualificados, mas que também tenham empatia para compreender as necessidades e os desejos dos consumidores.

Agora, imagine contar com a excelência de uma empresa com mais de 20 anos de experiência para cuidar de várias dessas demandas para você. Baixe o nosso e-book exclusivo e descubra por que contratar a Bertholdo para criar ou otimizar a sua loja virtual

Conteúdos relacionados

Rolar para cima