O e-commerce pode ser altamente lucrativo, mas é igualmente disputado. Diversas empresas estão em um mesmo ambiente na busca da preferência do consumidor. Assim, elaborar estratégias eficientes e saber como avaliá-las é fundamental. Se você está se familiarizando com o tema, precisa saber como calcular CAC no e-commerce.

Neste artigo vamos explicar o que é esse indicador e a importância dele para a análise das estratégias no comércio eletrônico. Confira!

Como calcular CAC no e-commerce

O que é CAC?

A sigla CAC significa Custo por Aquisição de Cliente. O marketing digital permite que as empresas criem uma série de estratégias e utilizem ferramentas para atrair o público, mas elas também acarretam despesas e investimentos.

Investir em anúncios do Google, criar campanhas nas redes sociais, adquirir uma ferramenta de automação de marketing. Cada uma dessas ações pode gerar bons resultados, mas é preciso saber se os ganhos compensam os custos.

Então, basicamente, o CAC é um indicador que relaciona o quanto foi gasto em uma determinada estratégia e o retorno que ela gerou na aquisição de clientes.

Como calcular CAC no e-commerce?

Agora que você já sabe o que representa esse indicador, vejamos como calcular CAC no e-commerce em etapas.

1. Defina o período de avaliação e as estratégias

O primeiro passo é definir o período de análise. Isso é importante para você ter uma avaliação correta dos dados.

Imagine, por exemplo, que você investiu em duas estratégias de marketing diferentes, como uma campanha de anúncios na rede do Google e outra no Facebook. Agora, você deseja comparar ambas e analisar o retorno.

Se você não definir o período, toda a análise estará comprometida! Por isso, é fundamental estabelecer o intervalo de tempo de avaliação e quais estratégias estão sendo monitoradas.

2. Identifique as despesas

O segundo passo é identificar as despesas geradas pelas ações em análise. Essas despesas correspondem aos investimentos diretos. No caso dos anúncios, por exemplo, refere-se à compra de ferramentas ou softwares, custos operacionais envolvidos, estrutura e outros.

Pense na estratégia que você adotou ou vai adotar e todos os gastos necessários para que ela aconteça. Esses valores devem ser levantados e registrados.

3. Identifique os clientes adquiridos

O terceiro passo é crucial! Aqui, é preciso identificar e distinguir os clientes. No exemplo que citamos anteriormente, do investimento em anúncios do Google e Facebook, você deve ser capaz de identificar quais clientes foram impactos por cada estratégia. Se não fizer isso, os dados serão misturados e a análise, perdida.

Então, faça uma avaliação dos seus clientes adquiridos e quais foram as origens deles.

4. Faça o cálculo do CAC

Por fim, chega o momento de colocar a mão na massa e calcular CAC no e-commerce. Com os dados anteriormente coletados fica fácil, basta aplicar a seguinte fórmula:

CAC = custo total / número de clientes adquiridos

Vamos usar o nosso exemplo para calcular. Imagine que a campanha criada no Google conseguiu trazer 50 novos clientes a um custo de R$2.000,00. Já no Facebook você adquiriu 30 clientes, mas o custo foi de R$1.200,00. Calculando, temos:

CAC 1 = R$2.000 / 50 = R$40,00

CAC 2 = R$1.200 / 30 = R$40,00

Então, analisando os resultados, vemos que o CAC em ambas as estratégias foi igual. Os custos foram distintos, mas a quantidade de clientes adquiridos também variou.

Agora você já sabe como calcular CAC no e-commerce. É importante usar esse indicador de desempenho para comparar as estratégias e manter suas ações sempre eficientes, buscando a otimização dos recursos.

Se você ficou com alguma dúvida sobre o cálculo ou o que levar em consideração para essa análise, entre em contato agora e converse com um de nossos especialistas!

(Visited 15 times, 1 visits today)