Se você tem uma loja virtual e quer aumentar o faturamento, saber como fazer remarketing no Facebook Ads é uma etapa importante na atração de consumidores até o seu negócio.

Você já pesquisou um produto na internet e, algum tempo depois, encontrou o mesmo item em forma de anúncio no Facebook ou em outra rede social? Essa ação recebe o nome de remarketing e é uma estratégia poderosa, utilizada por empresas na tentativa de atrair o cliente até a loja virtual.

Quer saber como fazer isso? Selecionamos algumas sugestões relevantes sobre o assunto para que você tenha um excelente desempenho ao fazer remarketing de seus produtos ou serviços. Boa leitura!

Estude o comportamento dos visitantes

Conhecer a fundo quem são seus potenciais clientes é fundamental na elaboração de estratégias eficazes, com o objetivo final de encaminhar o lead até o estágio de compra. Sem esse conhecimento, as ações se tornam genéricas e não produzem um impacto tão positivo.

É importante compreender alguns aspectos, como em que etapa do funil determinado visitante está, qual foi o produto acessado e se é um item promocional ou não. Ter essas informações em mãos ajuda na hora de desenvolver o remarketing, porque os anúncios serão mais específicos para o perfil.

Personalize os anúncios para remarketing no Facebook

O potencial cliente tem inúmeras opções de produtos, empresas e ofertas disponíveis na internet. É preciso ir além do que outros concorrentes estão oferecendo. Caso contrário, você diminuirá as chances de seu e-commerce aumentar a rentabilidade e os lucros com as vendas.

No entanto, como personalizar um anúncio e gerar mais visitas ao site da loja virtual? Novamente, é preciso conhecer o perfil de compra e, com base nisso, desenvolver ações que sejam atrativas.

Pense em um visitante que buscou informações sobre um eletrônico, mas resolveu esperar a redução do preço. Mesmo sem saber o real motivo que levou o consumidor a abandonar o carrinho, a empresa cria um anúncio de oferta sobre o item que foi pesquisado.

Essa é uma estratégia comum e que pode render um aumento significativo no faturamento. Portanto, busque alternativas personalizadas e que sejam vantajosas para o cliente.

Diversifique os formatos

O remarketing é fundamental na estratégia do Facebook para e-commerce. Vale lembrar que cada pessoa será estimulada de um jeito diferente. Enquanto é divulgado o quanto os vídeos convertem mais, é preciso ter em mente que algumas pessoas preferem ler a assistir a algo. Então, na hora de montar suas campanhas, pesquise quais são as possibilidades de anúncio disponíveis.

Vale a pena testar os formatos, como vídeo, photo post e carrossel. Depois, é hora de monitorar o desempenho de cada tipo de anúncio. É possível que os photo posts tenham o preço por anúncio mais baixo, por exemplo, mas são os vídeos que convertem o anúncio em uma venda. Além disso, é possível que um formato de anúncio seja melhor que outro, entretanto, com o ROI das duas vendas igualmente positivo.

Você pode descobrir qual formato de anúncio tem maior receptividade da sua audiência, mas também vale sempre acompanhar as novidades. O Facebook tem a tendência de cobrar menos por formatos de anúncios que são lançamentos a fim de estimular seus anunciantes a testarem e conhecerem o potencial das novidades que eles oferecem em publicidade.

Crie públicos semelhantes

Você já sabe criar um público para seus anúncios do Facebook? Dá para especificar diversos parâmetros, como faixa etária, gênero e, até mesmo, dispositivo de acesso (desktop e smartphones Android e iOS, por exemplo). Entretanto, existe uma oportunidade de potencializar os resultados usando os públicos semelhantes, também conhecidos como lookalike.

Para isso, você deve ter a função de administrador da página, uma conta de anúncio do Facebook ou de desenvolvedor de um aplicativo (se esse for o caso). Para isso, você precisa:

Powered by Rock Convert
  • entrar na sua conta de anunciante;
  • clicar nos seus públicos;
  • escolher a opção “criar público”, que fica no menu suspenso, no subitem “criar público semelhante”;
  • preencher as especificidades do público. Aqui, você precisará apontar a fonte semelhante, a localização do público e também o nível de semelhança, que vai de 1 a 10, sendo que 1% significa extremamente semelhante, e 10%, um público mais abrangente.

Você pode criar vários públicos semelhantes, inspirando-se em campanhas anteriores que tiveram sucesso, em páginas da loja virtual no Facebook ou em um aplicativo do e-commerce.

Desenvolva mensagens de acordo com a fase do funil

O remarketing é importante não só para as vendas, mas também para aumentar o reconhecimento de marca, por isso, é muito relevante desenvolver estratégias para cada fase do funil de vendas.

Topo do funil

Nesse ponto, pode ser que o potencial cliente visite a sua loja virtual, mas a verdade é que ele nem sabe qual é a sua necessidade ainda. Uma loja virtual com roupas finas para mulheres, por exemplo, pode receber a visita de uma persona que nem sabe o que busca. Ela confere algumas peças e sai rapidamente.

Assim, o remarketing talvez direcione a pessoa para conteúdos sobre roupas sociais, ou para uma seleção dos looks mais vendidos na estação. Apresentar preços e promoções não é obrigatório nessa fase e talvez assuste o visitante.

Meio do funil

Nesse ponto, a pessoa já tem um direcionamento melhor. Por exemplo: vestidos para casamento durante o dia. As pesquisas são mais específicas, mas o visitante ainda tem dúvidas sobre qual produto deseja. No caso, por exemplo, pode ser que o tamanho do vestido, a cor predominante e a modelagem ainda estejam um tanto em aberto.

Assim, o remarketing já pode apostar em uma seleção mais específica, mas ainda não é possível entender o que o prospect deseja.

Fundo do funil

Nesse ponto, já acontecem abandonos de carrinho ou a compra por meio de boleto, sem a conclusão do pagamento. Esse é um lead quente e o remarketing com promoções e descontos tem excelentes resultados para essa fase.

Analise os resultados

Avaliar os resultados é tão importante quanto a etapa de criação. Se não ocorrer um monitoramento dos anúncios, vários erros podem ser cometidos vez após vez. Assim, a tendência é de que o público não se interesse pelo conteúdo.

Uma das maneiras de acompanhar é analisando a taxa de conversão do anúncio. Com isso, você pode verificar se a campanha gerou bons resultados ou não. 

Outro ponto é o direcionamento correto para a persona. Por isso, compreenda se o anúncio atingiu o problema do público-alvo.

Confira a dica final para remarketing no Facebook Ads

Saber como fazer remarketing no Facebook Ads significa dominar uma estratégia eficiente e que alcança um grande número de pessoas. No entanto, para que isso funcione, é preciso ter alguns cuidados na hora de criar o anúncio.

Levar em conta o perfil do público e analisar os resultados que foram gerados é importante para conseguir uma boa campanha, atraindo mais clientes e mais tráfego para o site.

Gostou do texto sobre como fazer remarketing no Facebook? Então, siga-nos nessa rede social e confira materiais ricos, dicas e novidades para impulsionar o crescimento do seu e-commerce!

(Visited 214 times, 1 visits today)
Como fazer remarketing no Facebook Ads? A gente explica! Como fazer remarketing no Facebook Ads? A gente explica! Como fazer remarketing no Facebook Ads? A gente explica! 2020-06-15 15:43:42
5 5 1