Tráfego pago para e-commerce

Tráfego pago para e-commerce: saiba como aumentar suas conversões

Quem atua com e-commerce sabe muito bem que o tráfego é uma das principais métricas que devem ser monitoradas. Ela pode ser destrinchada em dois tipos: o tráfego pago e o orgânico.

Cada tipo tem características e estratégias diferentes, então é preciso conhecê-los muito bem. Por isso, criamos este conteúdo para falar sobre como aumentar as conversões utilizando as ações de tráfego pago. Acompanhe!

Tráfego pago para e-commerce

Quais são as diferenças entre tráfego pago e orgânico?

O tráfego em um e-commerce consiste na quantidade de visitantes únicos que acessam as páginas. Essa métrica é fundamental para uma boa gestão, uma vez que, com mais visitantes, maior serão as chances de vendas.

No entanto, há diferentes formas de atrair esses visitantes e uma delas é investindo dinheiro em plataformas como Google Adwords, Facebook Ads ou Instagram Ads. Já o tráfego orgânico é aquele que não tem um investimento financeiro direto, como a pesquisa orgânica do Google.

Qual é a importância de trabalhar os dois tipos?

A grande questão entre os dois tipos de visitas no site é que, para se ter um bom tráfego orgânico, é preciso de tempo, uma vez que a grande maioria dos usuários concentra os cliques nas três primeiras posições da pesquisa. Então, até suas páginas ocuparem essas posições, será necessário investir em tráfego pago.

Além disso, o investimento em anúncios é capaz de atrair visitantes que estão em diversas plataformas, como nas redes sociais, aplicativos, sites diversos e também na pesquisa de algum termo relacionado.

É muito importante deixar claro que o tráfego pago e o orgânico não são competidores. Você não deve escolher um ou outro, mas trabalhar as estratégias necessárias para cada um. Entenda isso e garantirá meio caminho do sucesso para o seu e-commerce!

Como aumentar a qualidade do tráfego pago?

Não pense que basta sair investindo dinheiro para ter qualquer tráfego pago. Existem os visitantes bons e os ruins. O bom, claro, é aquele que chega até o final da compra, ou seja, realiza a conversão. Já o ruim é o mero curioso, que clica no link de um anúncio, mas não tem nenhum interesse no produto ou serviço e abandona o site logo em seguida.

Então, uma das primeiras ações para otimizar seus investimentos em tráfego pago é segmentar os alvos. Crie um perfil das pessoas que realmente têm interesse nos produtos ou serviços do seu e-commerce e configure suas campanhas de anúncio a partir dessas informações.

Além disso, faça uma pesquisa para descobrir em quais canais de comunicação estão esses potenciais clientes para, assim, direcionar melhor a sua verba. Lembre-se de controlar muito bem os indicadores de desempenho, como o próprio tráfego, o custo por clique, custo por lead e custo por conversão, além do ROI (Retorno Sobre Investimento).

Essas métricas ajudarão a identificar se os investimentos estão ou não trazendo bons resultados para seu negócio. Portanto, vimos que o tráfego pago é fundamental para seu e-commerce. Ele tem um papel importante e pode fazer toda a diferença no faturamento da empresa. Siga as dicas que fornecemos para otimizar os investimentos e aproveitar melhor as oportunidades.

Tráfego pago para e-commerce

5 dicas para ter sucesso na sua estratégia de tráfego pago

Defina o objetivo da sua campanha

Mais do que nunca, as plataformas de anúncios, como o Facebook ADS e o Google ADS, estão otimizadas para entregar a melhor experiência ao anunciante e aos usuários. Isso porque, claro, quanto mais conversões, de acordo com a estratégia, melhor para todas as partes.

Por isso, defina o que você quer com a sua publicidade e escolha o objetivo condizente com elas. Por exemplo, você quer levar pessoas para a sua página de vendas? Escolha “conversão”. Você quer levar mais tráfego para o seu blog? Escolha “alcance”. E assim por diante.

De acordo com tal definição, os algoritmos irão trabalhar para aprimorar os resultados. 

Escreva as copies de acordo com suas personas

As copies são os textos que estarão nas imagens e nos conteúdos externos do seu anúncio (como títulos e descrições). Para que um ADS tenha sucesso é necessário que ele converse com a pessoa que irá recebê-lo. Por isso, é de suma importância que você conheça a persona do seu negócio.

Quer um exemplo? Se sua loja virtual vende produtos para uma faixa etária de 18 a 24 anos, você precisa utilizar dialetos mais jovens, que conversem diretamente com esse público. No lugar de uma imagem, que tal colocar algum vídeo inspirado em desafios do TikTok? Com certeza, as chances de clique irão crescer muito!

Use o Lookalike para alcançar públicos parecidos de quem já te segue ou compra com você

No marketing digital, o Lookalike é uma lista de pessoas parecidas com o público que já te acompanha e interage com a sua página. Fazendo essa segmentação, as plataformas como Facebook ADS e Google ADS irão trabalhar para levar seus anúncios ao máximo de pessoas similares aos seus seguidores.

Essa estratégia aumenta as chances de investimentos certeiros e trazem um ROI positivo no tráfego pago. Você também pode subir a sua lista de clientes dentro do próprio Facebook, estruturando um Lookalike com foco em quem já compra na sua loja virtual. Use e abuse dessa opção!

Construa um funil de remarketing

Muitos anunciantes pecam em apenas pensar no novo público, deixando de lado o remarketing. A maioria das pessoas não comprarão no seu e-commerce de primeira, isso porque elas estarão conhecendo o seu negócio e construindo confiança.

Por isso, definir um funil de remarketing, com criativos desenvolvidos de acordo com cada etapa da jornada do usuário, é fundamental. Para ter um resultado satisfatório, instale o pixel (do Facebook, por exemplo) dentro de todas as páginas do seu site. Ele será o responsável por rastrear os acessos dos usuários, tornando suas tomadas de decisão mais assertivas.

Faça testes A/B

Nem sempre um anúncio não converteu porque estava 100% ruim. Em muitos momentos, mudar o título pode levar a uma melhor aceitação. A dica, aqui, é fazer testes A/B. Você pode mudar uma chamada, trocar um termo ou inserir um texto em locais diferentes da imagem. As possibilidades são muitas!

Gostou deste conteúdo sobre tráfego pago? Então, siga a gente nas redes sociais para acompanhar mais conteúdos como esse! Estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn e Youtube #vempraBertholdo

Conteúdos relacionados

Rolar para cima