Quem atua com e-commerce sabe muito bem que o tráfego é uma das principais métricas que devem ser monitoradas. Ela pode ser destrinchada em dois tipos: o tráfego pago e o orgânico.

Cada tipo tem características e estratégias diferentes, então é preciso conhecê-los muito bem. Por isso, criamos este conteúdo para falar sobre como aumentar as conversões utilizando as ações de tráfego pago. Acompanhe!

Quais são as diferenças entre tráfego pago e orgânico?

O tráfego em um e-commerce consiste na quantidade de visitantes únicos que acessam as páginas. Essa métrica é fundamental para uma boa gestão, uma vez que, com mais visitantes, maior serão as chances de vendas.

No entanto, há diferentes formas de atrair esses visitantes e uma delas é investindo dinheiro em plataformas como Google Adwords, Facebook Ads ou Instagram Ads. Já o tráfego orgânico é aquele que não tem um investimento financeiro direto, como a pesquisa orgânica do Google.

Tráfego pago para e-commerce

Qual é a importância de trabalhar os dois tipos?

A grande questão entre os dois tipos de visitas no site é que, para se ter um bom tráfego orgânico, é preciso de tempo, uma vez que a grande maioria dos usuários concentra os cliques nas três primeiras posições da pesquisa. Então, até suas páginas ocuparem essas posições, será necessário investir em tráfego pago.

Além disso, o investimento em anúncios é capaz de atrair visitantes que estão em diversas plataformas, como nas redes sociais, aplicativos, sites diversos e também na pesquisa de algum termo relacionado.

É muito importante deixar claro que o tráfego pago e o orgânico não são competidores. Você não deve escolher um ou outro, mas trabalhar as estratégias necessárias para cada um. Entenda isso e garantirá meio caminho do sucesso para o seu e-commerce!

Como aumentar a qualidade do tráfego pago?

Não pense que basta sair investindo dinheiro para ter qualquer tráfego pago. Existem os visitantes bons e os ruins. O bom, claro, é aquele que chega até o final da compra, ou seja, realiza a conversão. Já o ruim é o mero curioso, que clica no link de um anúncio, mas não tem nenhum interesse no produto ou serviço e abandona o site logo em seguida.

Então, uma das primeiras ações para otimizar seus investimentos em tráfego pago é segmentar os alvos. Crie um perfil das pessoas que realmente têm interesse nos produtos ou serviços do seu e-commerce e configure suas campanhas de anúncio a partir dessas informações.

Além disso, faça uma pesquisa para descobrir em quais canais de comunicação estão esses potenciais clientes para, assim, direcionar melhor a sua verba. Lembre-se de controlar muito bem os indicadores de desempenho, como o próprio tráfego, o custo por clique, custo por lead e custo por conversão, além do ROI (Retorno Sobre Investimento).

Essas métricas ajudarão a identificar se os investimentos estão ou não trazendo bons resultados para seu negócio. Portanto, vimos que o tráfego pago é fundamental para seu e-commerce. Ele tem um papel importante e pode fazer toda a diferença no faturamento da empresa. Siga as dicas que fornecemos para otimizar os investimentos e aproveitar melhor as oportunidades.

Gostou deste conteúdo sobre tráfego pago? Assine agora nossa newsletter e receba mais conteúdos diretamente em seu e-mail!

(Visited 91 times, 1 visits today)