Fluxo de Caixa

Fluxo de caixa para e-commerce: como fazer?

Conhecer o conceito de fluxo de caixa e saber como usá-lo é uma maneira de melhorar o controle das finanças da sua empresa.

Ele é basicamente um esquema que mostra de onde o dinheiro vem e para onde ele vai. Mostra por onde os recursos entram e quanto se gasta ou o quanto é investido em cada quesito.

Essa forma de gestão das finanças auxilia no diagnóstico da situação do empreendimento e aponta futuramente quando o cenário será de contas apertadas ou se sobrará dinheiro.

A maioria das empresas funciona melhor por meio de um planejamento semanal. No entanto, algumas podem precisar atualizar o controle em uma base diária ou mensal. Essas decisões dependem da complexidade do negócio e do seu ritmo de processos.

Veja agora como fazê-lo e mantê-lo, em pontos que podem ser adequados ao porte de cada empreendimento.

Fluxo de Caixa

O que é fluxo de caixa

Como comentamos no início deste conteúdo, o fluxo de caixa é uma ferramenta essencial para empresas de diversos setores, inclusive o e-commerce.

Por meio dele é feita a gestão financeira do negócio, de forma a acompanhar os lucros e despesas de determinado período.  

O fluxo de caixa pode ser estruturado, por exemplo, em uma planilha de excel. Nela, você incluirá as entradas e saídas de dinheiro, assim como as datas de compra, pagamentos, número de parcelas, faturamento em vendas e demais gastos e ganhos que a sua empresa possui.

Se repararmos bem, todos os empreendimentos, desde os mais simples, possuem fluxo de caixa, mesmo que o dono do negócio não tenha ciência de que isso está sendo feito.

Por isso mesmo, podemos afirmar que ele é necessário para realizar todo o planejamento econômico de uma empreitada, proporcionando um panorama completo sobre as entradas e saídas de dinheiro. 

Com esse acompanhamento, você terá algo valioso em mãos: dados para fundamentar as suas tomadas de decisão, sabendo, de forma concreta, qual o crescimento mensal do seu e-commerce. É pelo fluxo de caixa que você conseguirá saber se pode ou não contratar um novo colaborador ou trocar algum equipamento, por exemplo.

Tipos de fluxo de caixa para e-commerce

Há várias maneiras de montar o seu fluxo de caixa e isso dependerá da sua necessidade e tipo de negócio. Separamos, abaixo, os dois principais tipos:

Fluxo de caixa livre

O fluxo de caixa livre é utilizado para acompanhar a aptidão do seu e-commerce em gerar capital. Com esse modelo há como projetar e prever gastos e acompanhamentos. 

Esse tipo de fluxo é muito habitual em fechamentos anuais. Mas, atenção, é necessário acompanhamento mensal, combinado? 

Fluxo de caixa operacional 

Já o fluxo de caixa operacional é feito para estabelecer a quantidade de dinheiro necessária para manter a sua loja virtual em funcionamento.

Aconselhamos que esse tipo de fluxo seja feito mensalmente. A partir dele, você poderá cortar ou incluir custos de maneira assertiva e em tempo hábil. 

De maneira geral, o fluxo de caixa operacional e o livre se complementam!

Dicas para estruturar e acompanhar o seu fluxo de caixa 

Faça a previsão e o registro de despesas

O primeiro passo é visualizar todas as obrigações financeiras da loja virtual. Inicie fazendo uma lista de tudo o que a a empresa tem a pagar: publicidade no AdWords, direitos de software, mensalidade de hospedagem, empréstimos, fornecedores… Registre todas as suas despesas, especificando os montantes.

Para ter um melhor acompanhamento ainda da saída de dinheiro, classifique os gastos em administrativos, comerciais e financeiros. Essas três categorias abrangem fornecedores, despesas fixas, com a gestão, bancárias e eventuais.

Projete a renda

Muitas lojas virtuais experimentam flutuações nas vendas. Então, comece por anotar qualquer garantia de renda que a empresa tenha. No caso de vender por assinatura ou ter contratos de longo prazo, é possível ter uma boa estimativa do que está por vir para estimar se os números serão positivos, negativos ou estáveis.

Uma ação que realmente ajuda com as projeções é ver dados do passado. Em muitos casos, as vendas de uma semana específica de um ano atrás estão muito mais próximas dos números atuais do que os da semana passada.

Na identificação de que os resultados são crescentes ao longo do último ano, o volume do esboço de receitas pode ser maior. Porém, é importante ser conservador para não acabar em uma situação difícil.

Conecte as informações e obtenha o fluxo de caixa

Agora é a hora de preencher os dados obtidos. É necessário colocar todas as informações da empresa em uma planilha e um simples Excel com modelo de controle é eficiente.

Em relação aos ganhos, caso atue apenas por loja virtual, você terá apenas uma fonte de faturamento. Possuindo vários canais de vendas, os valores deverão ser lançados separadamente, o que vai ajudar a prever mais facilmente as entradas de dinheiro.

E certifique-se de adicionar os ganhos semanais apenas se estiverem disponíveis nas datas, pois movimentação financeira é verba tangível. Da mesma forma, preencha todas as despesas com as classificações supracitadas e suas datas.

Não esqueça de adicionar o saldo das contas bancárias da empresa na primeira semana. Nas próximas, altere conforme o rendimento e com as despesas projetadas. Posteriormente, confira — uma espécie de auditoria do seu fluxo.

Atualize sua planilha

O fluxo de caixa deve ser atualizado a cada operação feita. Quando o cálculo não corresponder à semana anterior, é fundamental descobrir o porquê. Às vezes, não são cobertas todas as despesas ou a planilha continha projeções excessivamente otimistas de renda.

A folha de cálculo é um documento vivo. Sendo mantido em um documento do Google, por exemplo, estará disponível a qualquer momento e em qualquer dispositivo. Ainda pode ser atualizado para todos os usuários de uma só vez e pode ser facilmente compartilhado.

A maioria das empresas não faz bom uso de seu controle de finanças, mas qualquer negócio pode corrigir seus processos nesse ponto.

Aproveite todo e qualquer tempo disponível para organizar seu negócio e será muito mais fácil atingir os objetivos e medir resultados para aplicar toda e qualquer mudança necessária.

Contrate a Bertholdo e tenha uma equipe especializada com você

Para cuidar do seu fluxo de caixa, delegue funções! Com a Bertholdo, você terá um time de especialistas em e-commerce acompanhando o funcionamento da sua loja virtual, além de receber consultorias sobre marketing e vendas.

Faça contato clicando aqui e aproveite para acompanhar outros conteúdos exclusivos sobre e-commerce. Para acompanhar novidades e notícias sobre a gente e o mundo do e-commerce, siga as nossas redes sociais. Estamos no Instagram, Facebook e Linkedin. #VempreBertholdo você também!

Conteúdos relacionados

Rolar para cima