Muito se fala em Inteligência Emocional, essa, que promete ser uma das principais habilidades de um profissional nos próximos anos. A verdade, vamos combinar, é que ela já é essencial – e sempre foi. Afinal, um currículo cheio de cursos, diploma da melhor faculdade e cinco idiomas não garantem bons colaboradores, e, principalmente líderes.

Por isso, vamos te contar, nesse post, o que significa essa tal, e tão famosa, “inteligência emocional”, te indicando também técnicas para desenvolvê-la no seu dia a dia.

Inteligência Emocional

O que é inteligência emocional

Chamamos de Inteligência Emocional a capacidade de um ser humano administrar suas emoções, sem deixar que essas impactem em seus objetivos de vida. Por isso, desenvolvê-la é tão importante para as nossas vidas e, é a partir dela que conseguimos lidar com medos, inseguranças e frustrações. 

Em um mundo tão competitivo, onde somos colocados à prova a todo o momento e recebemos uma chuva de informações, ter essa competência nos permite construir, ao redor, um espaço de harmonia, cuidando do nosso bem-estar e nos centrando no que realmente importa.

Como resultado, vivemos e trabalhamos mais felizes, enfrentamos, de forma positiva, percalços, transformando-os em desafios e oportunidades. A inteligência emocional é, inclusive, uma das principais habilidades de grandes líderes, já que esses precisam lidar com suas emoções e, também, as emoções de sua equipe.

Ainda sobre isso, e sua importância no mundo corporativo, podemos observar quantos talentos são demitidos, não por conta de seus conhecimentos e resultados técnicos, mas por questões comportamentais. Então, com certeza, em sua mente, vem a seguinte pergunta: “o que é preciso para obter a I.E?”

Abaixo, vamos trazer algumas técnicas simples, que podem ser aplicadas no seu dia a dia. Aproveite e compartilhe, também, com toda a sua equipe.

Técnicas para desenvolver a inteligência emocional no trabalho

Desenvolva o autoconhecimento

O autoconhecimento é o primeiro passo para a inteligência emocional. Saber quais são os seus gatilhos para comportamentos agressivos, por exemplo, te ajudará no autocontrole.

Leia livros sobre o tema, escreva sobre os seus sentimentos, converse com pessoas próximas e, se puder, faça terapia.

Tenha controle emocional

A partir do autoconhecimento, você alcançará o controle emocional diante das situações. Entendendo de onde vem os seus sentimentos (medo da rejeição, por exemplo) será mais fácil tomar decisões sem levar tudo para o lado pessoal, agindo assim de maneira menos reativa.

Controle emocional é tudo. Por isso, lembre-se de respirar fundo, analisar os fatos e, só a partir disso, partir para o resultado final de uma conversa. 

Aprenda a respirar de maneira consciente

A respiração é uma aliada em nossas vidas e podemos tê-la a qualquer momento e em qualquer local, inclusive na mesa de trabalho.

Caso algo te tire do sério, lembre-se de respirar de forma consciente. Encha os pulmões e conte até 5. Após, esvazie-os, contando até 3. Faça de 3 a 5 séries. Se puder, saia também para tomar um ar ou uma água/café.

Saiba que as emoções negativas fazem parte da vida

Raiva, inveja, frustrações e outros sentimentos negativos fazem parte de nossas vidas. Então, aprenda a lidar com eles, sem fugas. Acolha esses sentimentos, perceba porque está sentindo essas emoções e decida como irá lidar com essas questões em determinado momento.

Mais uma vez, o autoconhecimento é a chave.

Tenho autoconfiança

Muitas pessoas não têm inteligência emocional porque não confiam em si mesmas: não se acham inteligentes o bastante, ou simpáticas, ou não estão no cargo que gostariam… enfim, podem ser muitos os motivos.

A dica, aqui, é todos os dias se elogiar e ver o que você tem de melhor, focando nas suas qualidades. Fez um trabalho bem feito? Não espere palmas dos outros, comemore, antes de tudo, suas próprias conquistas!

Aprenda a lidar com a pressão

No mundo corporativo, como na vida, é preciso lidar com a pressão. E isso pode ser um dos principais obstáculos para o desenvolvimento da inteligência emocional.

Por isso, tenho uma rotina de autocuidados, onde há inclusão de lazer, exercícios físicos, boa alimentação e por aí vai. Não deixe que o trabalho tome conta 100% da sua vida, e nem mesmo os problemas.

Com esses cuidados, dando amor e atenção a si mesmo, o corpo produz mais serotonina e fica mais fácil lidar com as pressões diárias.

Vamos conversar sobre Inteligência Emocional?

Gostou das dicas sobre como desenvolver a inteligência emocional no seu dia a dia? Conta pra gente se há mais ideias para complementar esse post. Deixe a mensagem nos comentários ou em nossas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e LinkedIn.

(Visited 32 times, 1 visits today)
Inteligência Emocional: o que é e técnicas para o seu desenvolvimento Inteligência Emocional: o que é e técnicas para o seu desenvolvimento Inteligência Emocional: o que é e técnicas para o seu desenvolvimento 2020-07-09 19:31:24
5 5 1