Tendências de e-commerce para 2021

Fique por dentro de 4 tendências de e-commerce para 2021

O e-commerce brasileiro vinha crescendo nos últimos anos, mas no primeiro semestre de 2020, os resultados foram ainda melhores: uma consequência direta do fechamento do comércio físico, que levou cerca de 13% dos brasileiros a fazerem a primeira compra online. Diante deste novo cenário, é importante reconhecer as tendências de e-commerce para 2021.

Quando falamos de e-commerce, as tendências são as abordagens e tecnologias que já estão sendo utilizadas pelas lojas virtuais e que tendem a se expandir cada vez mais, ajudando inúmeras marcas a ganhar credibilidade no segmento em que atuam. Ficou interessado? Logo abaixo, apresentamos 5 tendências de e-commerce para 2021. Acompanhe!

Tendências de e-commerce para 2021

1. Voice Commerce

Com a constante evolução das tecnologias de reconhecimento de voz, os assistentes virtuais já vêm ajudando muitos consumidores online no mercado estrangeiro. É essa ferramenta que possibilita o Voice Commerce. Embora seja uma realidade ainda distante do e-commerce brasileiro, é importante ter atenção a ela nos próximos anos.

Dentro de pouco tempo, os usuários do Brasil já poderão pesquisar dentro das lojas virtuais usando o comando de voz, além de serem guiados por um sistema de assistente virtual, capaz de oferecer soluções personalizadas e tirar dúvidas simples.

2. Inteligência Artificial e realidade aumentada

A inteligência artificial e a realidade aumentada tendem a ser as principais tendências daqui por diante. Os benefícios da inteligência artificial já estão sendo vistos com a automação de processos, personalização do atendimento e aumento das vendas.

Aliada à realidade aumentada, capaz de oferecer experiências interativas com os produtos de uma empresa, a inteligência artificial tende a sofisticar cada vez mais as ferramentas atuais e crescer no mercado.

3. Re-commerce

O Re-commerce é o comércio de itens usados, que são cada vez mais procurados pelos consumidores online, principalmente os mais jovens. O comportamento dessas personas mudou bastante de alguns anos para os dias de hoje. Eles passam a se preocupar com o excesso de consumo e a sustentabilidade.

Por isso, os nichos de mercado que exploram roupas, sapatos, eletrodomésticos e eletrônicos de segunda mão tendem a ganhar espaço nos próximos anos.

4. Mobile Commerce

Mobile Commerce, também conhecido como m-commerce, é o termo que designa as vendas online realizadas por meio de dispositivos móveis. Com a expansão dessas tendências, não são apenas produtos digitais que estão sendo vendidos, mas também produtos físicos e diversos tipos de serviços.

Um site mobile ou responsivo, cujo layout é capaz de se adaptar ao formato dos diferentes dispositivos, obtém melhor posição na busca dos usuários no Google e, consequentemente, ganha mais tráfego orgânico.

Em um mercado cada vez mais competitivo, no qual a experiência de compra se tornou o principal fator considerado pelos clientes na relação com as empresas, é importante ficar de olho nas tendências do e-commerce. Veja como elas podem ser aplicadas no seu negócio, para começar 2021 com bons resultados.

Gostou das nossas sugestões? Se você quer saber como um e-commerce pode ajudar a vender produtos e serviços online, confira nosso post sobre o que é uma plataforma de e-commerce e quais são os tipos.

Conteúdos relacionados

Rolar para cima