Você já escutou falar sobre live commerce? A ideia, que surgiu na China, durante a pandemia da Covid-19, está ganhando, cada vez, adeptos mundo afora. No Brasil, grandes players como a Loja Americanas já utilizou a estratégia para alavancar as vendas. Confira!

Live Commerce

O que é live commerce e como começou

A Covid-19 pegou, em 2020, o mundo de surpresa. Ninguém estava preparado para algo tão grande e devastador, e muito menos que durasse meses. Empresários, em todo o planeta, buscavam maneiras de fazer com que os negócios sobrevivessem, já que as pessoas não estavam aptas a circular livremente e frequentar lojas e comércios em geral.

Foi a partir desse cenário que, na China, o live commerce ganhou os holofotes. A verdade é que a estratégia já era utilizada desde 2016, tendo ascensão em 2019 e 2020. Porém, com a pandemia, outros países descobriram a promissora ideia lançada pela plataforma Taobao live, de transmissões ao vivo para e-commerce.

Sim! O live commerce nada mais é do que lives utilizadas para, por meio do entretenimento, vender produtos ao vivo e pela internet. Os números impressionam, confira:

  • Em março de 2020, durante o lockdown chinês, mais de 560 milhões de pessoas, segundo o governo, assistiram às transmissões em tempo real. Dentro desse recorte, a iniciativa obteve mais de 265 milhões de espectadores, um número maior que as lives de games;
  • No Dia dos Solteiros chinês de 2019, que acontece em 11 de novembro, os vendedores da gigante do varejo Alibaba (dona dos sites Tmall e AliExpress) atingiram quase US$ 3 bilhões em vendas;
  • De cada 10 pessoas que assistem às transmissões no Taobao Live, seis acabam comprando os produtos;
  • Um dos maiores cases, na China, trouxe a empresária Kim Kardashian junto da influencer Viya, que venderam 15 mil frascos de perfume em poucos minutos durante uma transmissão em novembro de 2019. 

kim-kardashian-viya-huang-live-commerce

Ficou impressionado com os números? E olha que esses são apenas alguns dados do fenômeno live commerce que, de acordo com especialistas de marketing, ainda irá crescer muito nos próximos anos!

Motivos para apostar no live commerce e crescer as suas vendas

Agora, se nem os números ainda te convenceram, vamos a alguns motivos palpáveis para que você leve a estratégia para o seu planejamento de marketing digital:

  1. A pandemia, pelo menos no Brasil, ainda não tem previsão de melhoria. Por isso, as pessoas ainda comprarão online durante 2021. De acordo com pesquisa da XP, divulgada pela CNN Brasil, o aumento previsto, em vendas, é de 32%;
  2. Outro fato é que, com mais pessoas comprando online, mais lojistas migraram seus negócios para a internet. Com isso, a concorrência cresceu e é necessário ousar e fazer diferente, usando mais artifícios para que o seu e-commerce chame a atenção;
  3. Você não precisa de grandes planejamentos e investimento para colocar uma transmissão no ar. Basta uma estratégia de redes sociais e uma live dentro do próprio Instagram ou Youtube;
  4. As pessoas compram por impulso e ofertas com tempo limitado, como as utilizadas nas lives, são ótimos gatilhos para isso;
  5. O live commerce entrega entretenimento e valor de marca, dois fatores primordiais para a captura de novos leads e fidelizações.

Agora é a sua vez de utilizar o live commerce e vender mais! Aproveite e consulte o nosso calendário do e-commerce e veja as principais datas do setor, junto com dicas para aproveitar cada uma delas!

(Visited 90 times, 3 visits today)
Live Commerce: o que é e dicas práticas Live Commerce: o que é e dicas práticas Live Commerce: o que é e dicas práticas 2021-06-07 10:53:06
5 5 1