O mercado de e-commerce vive em constante transformação. Em 2019, o ritmo das mudanças no comércio eletrônico brasileiro aumentou. A mais recente novidade é que Magazine Luiza comprou Netshoes e aumentou o seu poder nas vendas virtuais.

Neste artigo, falaremos sobre como a compra foi realizada, além de mostrar os principais impactos dessa aquisição. Acompanhe a leitura!

De que forma a Magazine Luiza comprou Netshoes?

Depois de uma boa disputa com a Centauro, a Magazine Luiza (Magalu) anunciou a compra da Netshoes por US$ 115 milhões. Cada ação foi comprada por R$ 3,70, um preço inferior ao oferecido pela Centauro.

A Netshoes vinha em baixa, e, no acumulado de 2018 até setembro, acumulou um prejuízo total de R$ 231 milhões e dívida líquida de R$ 144,2 milhões. O momento ruim contribuiu para a negociação e facilitou o caminho para a venda.

Do outro lado, a aquisição reforçou a trajetória de valorização das ações da Magalu, que valiam R$1,80 em 2016, atingindo, agora, o valor de R$ 211,57. Fantástico, não é mesmo?

Frederico Trajano é 0 CEO (presidente) da Magazine Luiza desde janeiro de 2016, nesse período as ações da empresa valorizaram mais de 10.900% (isso mesmo, você não leu errado!). Transações planejadas e inteligentes, como a compra da Netshoes, explicam essa fantástica trajetória de crescimento.

Magazine Luiza comprou Netshoes

Quais são os impactos para o mercado do e-commerce?

Uma compra desse porte muda as condições do mercado. Vamos falar sobre alguns impactos da aquisição.

1. Magazine se torna líder no varejo

A compra da Nesthoes colocou a Magalu como líder no varejo online de acessórios esportivos, roupas e calçados. 

Ao agregar o faturamento do grupo Netshoes (cerca de R$1,9 bilhões em 2017), Magazine Luiza sobe para a segunda posição do ranking das maiores empresas de e-commerce do Brasil;

2. Aumento significativo na base de clientes

A base de consumidores recebe um reforço de mais de 7 milhões de clientes da Netshoes, saltando para 25 milhões. Magalu poderá se relacionar e vender diretamente para aproximadamente 42% dos e-consumidores no Brasil.

3. Novos produtos e marcas

Cerca de 250 mil produtos foram adicionados ao catálogo do Magazine Luiza, além das marcas Zattini, Shoestock e Free Lace.

4. Mudança de estrutura

Como falado acima, a Netshoes passava por dificuldades e queda nas vendas. A nova estrutura pode ajudar a mudar essa situação.

Agora, toda a estrutura de multicanal da Magazine Luiza, que conta com lojas online, marketplace, lojas físicas, está integrada ao negócio. Dessa forma, os clientes podem comprar pelos canais digitais e retirar os produtos em qualquer loja física da rede.

5. Relacionamento com o cliente

A Netshoes operava exclusivamente por meio da internet, porém, a Magalu oferece opções físicas para os consumidores. Dessa maneira, o relacionamento do cliente será otimizado, oferecendo novos canais de venda.

Como se preparar para os impactos dessa transação?

Uma movimentação desse tamanho traz reflexos para os demais negócios. A mudança no setor atinge os principais concorrentes e, principalmente, as empresas de e-commerce na área esportiva.

Para conseguir uma aquisição desse porte, é fundamental organização e planejamento. É necessário estudar o mercado, descobrir quais são as deficiências da sua área e detectar as oportunidades. Depois de uma análise cuidadosa dos dados, é possível avaliar se o investimento valerá a pena.

Os demais negócios virtuais precisam otimizar os seus serviços, oferecendo cada vez mais facilidades para os clientes. A personalização e a melhoria da experiência do consumidor são fatores que podem diminuir os impactos da transação.

Magazine Luiza comprou Netshoes. Qual será a próxima novidade?

Neste artigo, você entendeu um pouco mais sobre como a Magazine Luiza comprou Netshoes e as recentes transformações no mercado de e-commerce brasileiro.

Os impactos dessa transação, ainda, serão notados, mas a força da Magalu no varejo online será certamente sentida. Por isso, é importante se preparar para não sofrer com as transformações nos hábitos dos consumidores.

Você gostou deste post? Então, aproveite para assinar a nossa newsletter e receber conteúdos sobre o mercado do e-commerce diretamente no seu e-mail!

(Visited 368 times, 2 visits today)