Encontrar os melhores parceiros não é tarefa fácil, mas, com alguns cuidados, você pode ficar muito bom nesse desafio. Para isso, foque em relações que superem o modelo fornecedores x cliente.

Em uma real parceria, as corporações sabem que estão pisando em solo firme, onde conseguem manter a competitividade por meio de prazos e preços justos. Para o fornecedor, essa é a melhor fidelização para o negócio. Logo, ambos precisam estabelecer uma relação de confiança e transparência.

Essa escolha é quase um casamento, pois espera-se que o relacionamento seja firme e de longo prazo. Entretanto, você deve avaliar alguns critérios para saber se a união será rentável para ambas as partes.

Alguns desses cuidados são o valor do frete, qualidade do produto, procedência, preços, prazos e formas de pagamento — sempre tendo em mente que essa lista pode variar de acordo com seu tipo de empreendimento.

Sendo assim, veja algumas dicas para encontrar os melhores fornecedores do mercado em que você atua, proporcionando, assim, o bom funcionamento do seu negócio, seja ele virtual ou não. Boa leitura.

Melhores fornecedores do mercado e-commerce

Como escolher os melhores fornecedores?

Pesquise os melhores fornecedores do mercado

Lembra quando o responsável pelas compras da família fazia aquela listinha de comparações que trazia diferentes opções de preços e produtos? Você deve fazer basicamente a mesma coisa, só que, agora, temos a internet para facilitar esse trabalho.

Outra vantagem é poder encontrar comentários de outras pessoas por meio da rede. Em sites como o Reclame Aqui, por exemplo, podemos ver como foi a experiência de outros clientes com a empresa em questão, ou nas redes sociais, em que a página do fornecedor pode ter reclamações ou elogios de pessoas que foram atendidas anteriormente.

Você também pode consultar catálogos, já que, além de ajudarem você a encontrar fornecedores, eles também são uma ótima referência relacionada às novidades do mercado e têm o know-how de cada empresa.

Além disso, não se esqueça que você também pode pedir indicação para outras pessoas. Pense que, se um fornecedor for indicado por outro usuário, já será um grande ponto a favor à sua escolha. E, provavelmente, essa pessoa gostou muito dos serviços oferecidos por essa empresa.

Busque pelo fabricante oficial

Normalmente, os fabricantes informam quais são seus revendedores oficiais e seus contatos. Então, falar diretamente com eles será vantajoso, já que você pode buscar detalhes sobre o que está comprando.

Caso você compre em grandes quantidades, talvez esse caminho seja o mais vantajoso. Afinal, você comprará pelo preço de fábrica, sem a margem de lucro inserida pelo revendedor.

Você também terá a segurança de poder reportar qualquer problema a ele. Confie nessa relação, já que ela pode ajudar a evitar muitas dores de cabeça.

Opte por fornecedores locais

Escolher um fornecedor próximo ao seu estado ou região ajudará em toda a logística. Os prazos de entrega poderão ser menores e o frete sairá mais barato. Assim, a parceria se tornará mais ágil e eficiente, com o bônus de ir direto à fonte sempre que necessário, inclusive durante as negociações.

Visite feiras relacionadas ao seu setor

É muito difícil um setor que não realiza feiras em que os fornecedores possam apresentar suas empresas aos compradores. O empresário que comparecer ao evento estará focado em ser reconhecido. Afinal, há um investimento significativo necessário para ele estar ali. Então, há boas chances de se fazer bons negócios.

Aproveite! Visite feiras ligadas ao seu segmento sempre que possível e acompanhe quais os fornecedores estão sempre presentes — e que são mais participativos e inovadores.

Lembre-se que o barato pode sair caro

Não se engane: nem sempre o menor preço é o melhor caminho. Outros fatores são tão importantes quanto ele. Por isso, observe qualidade, atendimento, relação de parceria, procedência dos produtos, ter nota fiscal, prazos e formas de pagamentos, por exemplo.

Se você tem na essência de sua empresa alguns valores estabelecidos, indicamos que você busque por parceiros que estejam alinhados a eles. Ter algum fornecedor que não está de acordo com essas premissas pode manchar a sua marca.

Diversifique suas possibilidades de fornecedores

Por fim, considere ter mais de um fornecedor com quem possa contar, afinal, imprevistos acontecem. Pode ser perigoso para sua empresa ficar dependente apenas de um único abastecedor.

A dica é criar um cadastro com os melhores nomes com quem você já negociou ou recebeu indicações. Assim, caso precise, será mais fácil decidir a qual deles recorrer.

Quais erros evitar na escolha dos fornecedores?

Mesmo buscando de forma persistente pelos melhores fornecedores, para que o seu negócio gire sem intercorrências negativas, seja por falta de algum produto básico ou uma má fama gerada pela postura incorreta do seu parceiro, é importantíssimo minimizar os erros. Afinal, todos estamos sujeitos à falhas durante o processo de seleção.

Confira os principais erros que devem ser evitados para que o seu negócio flua da melhor maneira.

Não verificar a legislação

Deixar de verificar se o seu fornecedor cumpre todas as exigências legais — fiscais, trabalhistas, ambientais etc. — pode causar um grande transtorno. Caso as irregularidades presentes sejam descobertas, o fornecedor pode ser embargado, multado e até fechado.

A falta de um fornecedor substituto em tempo hábil pode gerar diversos problemas com a cartela de clientes. O não cumprimento de prazos, inclusive, pode gerar multas e certamente impactará negativamente na sua imagem no mercado.

Não buscar referências no mercado

Apostar em empresas novas que estão surgindo no mercado pode ser uma excelente forma de efetivar uma boa parceria. Contudo, esse caminho também pode ser um tiro no pé.

Referências de mercado são essenciais para a escolha dos melhores fornecedores, principalmente para aqueles produtos ou serviços que não podem ser protelados.

Deixar de buscar informações de pessoas ou empresas que já tenham adquirido os produtos ou serviços é perder recomendações para o sucesso do seu negócio.

Não avaliar preços

Desconfie quando a esmola é demais. Provavelmente você já escutou essa frase algumas vezes na sua vida. Pois ela é real e aplicável no mundo dos negócios também. Ao fazer a pesquisa de mercado, fique atento a preços baixos demais, que destoam da maioria dos concorrentes.

Não avalie o preço como uma variável isolada, o conjunto da obra — valor, condição de pagamento, prazo de entrega, qualidade da mercadoria etc. — deve ser analisado por inteiro.

Não checar a documentação fiscal da empresa

Além de estar atento para se o fornecedor avaliado cumpre com a legislação geral — do país e local — é crucial analisar se todas as guias fiscais de recolhimento e pagamento de impostos estão em dia.

Ter débitos fiscais ou trabalhistas pode ser sinal que o caixa da empresa está comprometido, o que gerará problemas de entrega em seu produto final.

Não conhecer a composição da frota

Como funciona a logística da empresa? Qual o prazo de entrega? Como ela suprirá os períodos de alta demanda dos produtos ou serviços?

Não conhecer a frota do futuro fornecedor pode trazer problemas na entrega. Caso sua demanda seja maior do que o esperado, pode haver atrasos pela logística utilizada. O ideal é conhecer a composição antes e buscar alternativas prévias.

Selecionar os melhores fornecedores para o seu negócio não é tarefa fácil, mas não precisa ser uma dor de cabeça. Fazer uma boa avaliação e evitar os erros mais comuns trará a tranquilidade necessária para firmar uma boa parceria.

Gostou das dicas? Então, leia nosso outro post e saiba como encontrar fornecedores de embalagens para e-commerce para ter sempre os melhores parceiros.

(Visited 888 times, 3 visits today)