Quando se fala em Mercado Livre, muitos lojistas ficam confusos em relação ao funcionamento da plataforma e, até mesmo, se ela funciona igual aos outros marketplaces. Sempre surge aquela dúvida: quais são as principais diferenças entre o Mercado Livre e outros marketplaces?

A dúvida é válida, já que essas plataformas de comércio online trazem retorno de vendas e reconhecimento de marca. Então, separamos, aqui, algumas diferenças entre o Mercado Livre e os principais marketplaces do mercado brasileiro.

marketplace mercado livre

O que é o Mercado Livre

O Mercado Livre surgiu em 1999 com o intuito de ser o eBay da América Latina. De origem Argentina, o site logo viu o Brasil como um país em potencial para a expansão da ideia.

Atualmente, a empresa é uma das 50 páginas com mais visualizações do mundo e foi reconhecido como o marketplace mais acessado da web, atingindo a marca de 110 milhões de usuários cadastrados.

Para Hernan Kazah e Stanford, donos do Mercado Livre, o sucesso tem apenas um foco: oferecer aos clientes qualidade. “Desde o início, queríamos dar a melhor experiência possível para nossos usuários”, afirmaram os sócios durante uma entrevista sobre negócios.

No final de 2015, a empresa foi avaliada em mais de US$ 5 bilhões. Então, podemos afirmar que o Mercado Livre possui diferenciais que outros marketplaces não possuem.

Pense nisso: se em 1999, uma época em que apenas 2% da população mundial tinha acesso à internet, o sucesso do empreendimento já era nítido, imagine após 18 anos de estrada e com milhões de pessoas conectadas?

O que o Mercado Livre tem que os outros não têm?

Para te ajudar a compreender todas essas diferenças, dividimos o conteúdo em tópicos. Dessa forma, fica mais fácil saber até onde o Mercado Livre te oferece mais qualidade, confiança e competitividade em relação aos outros.

Flexibilidade na negociação

Contrário aos outros marketplaces, em que só pessoas jurídicas podem anunciar produtos, o Mercado Livre também oferece espaço para quem não possui CNPJ.

Dessa forma, se você for um microempreendedor, que optou por não abrir empresa, o ML está aberto a receber os seus anúncios. Fizemos um post sobre a necessidade de ter um CNPJ para a abertura da sua loja virtual. Aproveite e tire suas dúvidas sobre o tema.

Por essa flexibilidade, o cadastro de produtos também acontece de maneira simples e menos burocrática. Para isso, é necessário que você forneça algumas informações de cunho pessoal.

Outra característica, que ajuda quem não possui empresa registrada, é que o Mercado Livre estabelece um limite para o volume de vendas. Após ultrapassar esse marco, eles pedirão dados complementares que comprovem a legalidade e a exigência de obrigações fiscais.

Cadastro de produtos simplificado

E, por falar em cadastros, esse processo também é diferente quando se trata de Mercado Livre. Por lá, é permitido a criação de templates customizados, de acordo com a identidade da marca e/ou preferências do usuário.

Dessa forma, toda a página voltada para a venda dos seus produtos será feita a partir da inserção de códigos HTML, imagens, vídeos e links.

Sobre a criação de anúncios, a plataforma também dá a opção para que o usuário publique mais de uma versão, inclusive com informações distintas. Por exemplo: você quer oferecer frete grátis para quem comprar uma blusa à vista. Assim, será divulgado duas publicidades sobre o mesmo produto: à vista + frete gratuito ou parcelado com cobrança de frete.

Já os marketplaces das grandes lojas varejistas não são assim! Nesses sites há restrições em relação aos templates, padrão de fotos, inserção de links e vídeos, além dos caracteres permitidos para, por exemplo, a formação de títulos.

Além disso, há a possibilidade de apenas um anúncio por produto, registrado com base no EAN (código de barras), que será cadastro logo no início do processo.

Sem burocracia para a publicação de produtos

Como as negociações para publicações são mais flexíveis no Mercado Livre, consequentemente, os produtos acabam entrando no ar com mais agilidade.

Após a construção de seu anúncios, a plataforma aprova os pedidos em poucas horas. Já nos marketplaces convencionais, há uma combinação de fatores para que isso aconteça, são eles: fila de itens de todos os demais lojistas, tempo para a geração e padronização de categorias dos produtos e outros.

Caso os algoritmos desses sites detectem irregularidades, o seu anúncio é bloqueado, fazendo com que seja preciso recomeçar do zero e de acordo com as regras estipuladas.

Mais segurança no pagamento

O principal meio de pagamento do Mercado Livre é o MercadoPago. Com ele, lojistas e usuários terão mais segurança na hora de vender e comprar mercadorias.

O MercadoPago funciona como uma carteira virtual que permite transações online. Ao optar por ele, o sistema confirma o pagamento feito pelo usuário e, assim, a mercadoria é enviada pelo vendendor/lojista. Após a entrega, o valor é repassado ao responsável.

Muito fácil de usar, o MP é parceiro de bancos e, por isso, permite que a compra seja feita com cartão de crédito, boleto ou débito em conta corrente.

Mais transparência nas avaliações dos usuários

Outra característica que conta muito são as avaliações dos usuários. Como o Mercado Livre precisa manter a sua credibilidade, todas as mensagens são expostas de maneira transparente, fazendo com que lojistas/vendedores sejam avaliados pela comunidade.

Porém, essas notas também valem para que os vendedores avaliem os compradores. Para ambos os casos, as notas vão de 0 a 5 e possuem três classificações: negativa, neutra e positiva.

Se houver má performance, tanto lojistas quanto usuários poderão ser banidos do site.

Agora, que você conhece mais sobre as vantagens do Mercado Livre em relação aos outros marketplaces, leia o nosso conteúdo que compara o Buscapé e Google Shopping.

Se você ficou em dúvida se o Mercado Livre é uma opção para o seu negócio, leia nosso post sobre Loja Virtual ou Marketplace. Ensinamos uma método simples e prático para escolher os melhores canais de vendas.

Você vende no Mercado Livre? Qual sua opinião sobre esse marketplace?

Deixe seu comentário e ajude outros leitores do blog.

(Visited 5.932 times, 4 visits today)
Qual a diferença entre o Mercado Livre e outros marketplaces? Qual a diferença entre o Mercado Livre e outros marketplaces? Qual a diferença entre o Mercado Livre e outros marketplaces? 2017-06-21 15:04:16
5.00 5 1