O e-Sedex era um serviço oferecido pelos Correios exclusivamente para lojas virtuais, com o objetivo de otimizar os custos, oferecendo fretes mais baratos. Uma alternativa amplamente utilizada no comércio eletrônico devido ao custo-benefício. Como substituir o e-Sedex, após o fim do serviço?

Entretanto, em 2016, foi anunciado o fim do e-Sedex, já para 2017. E o motivo não poderia ser outro: a crise. A empresa, mantida pelo Governo, sofreu grandes prejuízos desde 2015.

Os Correios divulgaram um vídeo esclarecendo sobre o fim do e-SEDEX, veja abaixo. O serviço foi substituído por uma nova política comercial, baseada em pacotes de serviços PAC e SEDEX específicos para o e-commerce.

Mas como substituir o e-Sedex?

Muitos empresários ficaram desesperados com a notícia, por temerem uma queda severa no volume de vendas de suas lojas virtuais ou significativo aumento nas despesas com frete. É claro que o fim desse serviço causará grandes impactos no comércio eletrônico, mas ainda existem alternativas viáveis para substituir o e-Sedex.

O fim do e-Sedex atrapalhou suas vendas?

Separamos 4 dicas para você continuar a enviar as entregas do seu e-commerce sem problemas! Conheça as principais alternativas ao e-Sedex.

Alternativas ao e-Sedex: opções para substituir o e-Sedex

1. Transportadoras

Existe uma grande variedade de transportadoras no mercado, sendo que algumas delas são, inclusive, especializadas em comércio eletrônico. Porém, é preciso pesquisar bastante para encontrar aquela com as condições ideais para a realidade de sua empresa.

A logística da loja virtual não corre risco de ser afetada, uma vez que paralisações e greves são praticamente inexistentes nas transportadoras. Essa opção é altamente indicada para lojas virtuais que vendem mercadorias mais pesadas, acima dos 30 kg.

As transportadoras também podem ser uma opção interessante para lojas virtuais com volume intensivo de entregas. Mas lembre-se, é necessário que o e-commerce seja integrado aos sistemas da empresa logística. Isso normalmente é feito por meio de módulos de integração com a transportadora desejada.  

2. Meios alternativos

Optar por meios de entrega alternativos pode ser uma ótima opção para loja virtuais que trabalham com mercadorias mais leves e de menor volume. Além disso, é preciso considerar a distância entre o ponto de coleta e o de entrega.

Veículos menores, como a Fiorino, as motos e até mesmo as bikes são alternativas em expansão, principalmente em cidades grandes. Sua loja pode atender o mercado local utilizando o tradicional frete por motoboy ou as entregas colaborativas, já existem alguns aplicativos especializados nesse serviço.

3. Outros serviços dos Correios

Não é porque o e-Sedex foi descontinuado que se tornou inviável trabalhar com os Correios. Ainda existe uma boa variedade de serviços prestados pela empresa, que podem se adequar ao seu negócio, como PAC ou o Sedex Hoje.

Cada uma tem suas vantagens e desvantagens, sendo a principal delas (em relação ao e-Sedex) os custos mais elevados.

Então, para ainda enviar as entregas do e-commerce pelos Correios com custos vantajosos, opte por formalizar um contrato junto à empresa estatal. Um grande volume de encomendas pode até possibilitar descontos e você ainda pode contar com os benefícios do SIGEP integrado ao seu e-commerce.

4. Retirada na loja física

É claro, essa alternativa só é válida para empresas que possuem também loja física ou que disponibilizam algum ponto de retirada. O serviço é oferecido até por grandes nomes do mercado, e geralmente agrada bastante os clientes mais ansiosos.

Para quem tem pressa em ter o produto nas mãos e também para aqueles que ainda tem algum tipo de receio com lojas virtuais, retiradas físicas são uma oportunidade para estreitar laços de confiança com a marca.

Enviar a mercadoria do e-commerce sem a opção do e-Sedex se tornou o pesadelo de muitos lojistas virtuais. De fato, essa mudança pode trazer algumas consequências. Porém, é momento de inovar e avaliar novas tendências no e-commerce!

Buscando novas alternativas para substituir o e-Sedex, seu e-commerce pode se destacar da concorrência, que tende a ficar estagnada. O término do e-Sedex pode ser visto como uma oportunidade de encontrar novas soluções viáveis para seu negócio!

E aí, como seu e-commerce tem lidado com o fim do e-Sedex? Compartilhe suas experiências conosco. Deixe seu comentário!

Se precisar de ajuda para implementar novas formas de entrega na sua loja virtual, entre em contato com a equipe de profissionais da Bertholdo. Nós podemos te ajudar!

(Visited 1.726 times, 1 visits today)
4 dicas para substituir o e-Sedex no seu e-commerce 4 dicas para substituir o e-Sedex no seu e-commerce 4 dicas para substituir o e-Sedex no seu e-commerce 2017-07-07 14:53:40
2.33 5 1