Quando pensamos em loja virtual, um dos sistemas mais lembrados é a plataforma Magento. Pensando nisso, fomos atrás da história do Magento de forma a entendermos o porque ele é um dos nomes mais procurados em todo o mundo e, também, o motivo pelo qual é tão importante para a construção e manutenção do seu e-commerce.História do Magento versão completa

Versão completa da história do Magento

Tudo começou quando, no final dos anos 90, a empresa americana Varien Inc., sediada na Califórnia, na tentativa de trabalhar com e-commerce, iniciou testes em uma ferramenta, de origem alemã, chamada osCommerce. Porém, a plataforma com sistema open source (código aberto), não recebia constantes atualizações. Pensando nisso, a Varien decidiu criar o seu próprio produto, já que a ideia era ter algo que pudesse se ajustar de acordo com as inovações do mercado.

Durante cinco anos, o Magento viveu sua fase de testes. Uma das curiosidades é que, em 2007, uma comunidade foi criada a partir do grande interesse de seus usuários em colocá-lo no mercado. Um palpite aqui, outro ali e, em 2008, o Magento Community foi lançado com êxito! Afinal, quer melhor estratégia para atingir o seu público do que ouvi-los? Não. Não há.

A partir daí, a plataforma se desenvolveu cada vez mais, sempre seguindo critérios de qualidade e inovação. Para muitos, foi a partir da versão 1.3 que a ideia ganhou força e credibilidade. Pouco a pouco, o sistema foi mudando, de modo a atingir sua fase mais estável, conhecida por 1.7. Dali em diante, até a 1.9, o Magento se manteve estável, trazendo como novidade o primeiro tema responsivo, além de um mecanismo que permitia a customização de cores.

Se por um lado, o carro-chefe estava indo muito bem, outros produtos começavam a se apresentar como necessidades de mercado. E, foi assim, que a Varien lançou, em 2009, o Magento Enterprise, uma versão paga, direcionada aos e-commerces de grande porte. Essa estratégia abriu os olhos do PayPal, que adquiriu 50% da Varien, em 2010, passando a se chamar Magento Inc.

Com a mudança, a Magento.Inc logo começou a colher bons frutos. Versátil, o sistema Magento abriu expansão e chamou a atenção da gigante americana eBay, que comprou toda a empresa em 2011. Por ter sido introduzida a um dos nomes mais influentes do e-commerce, o Magento viu crescer a sua presença virtual. Porém, apesar do aparente sucesso, o eBay anunciou, em 2015, o fim da parceria. Para a revista Forbes, o CEO da Magento, Mark Lavelle, ressaltou que, por diversas vezes, a plataforma era esquecida dentro do eBay. “Fora do eBay, o Magento pode brilhar ainda mais”, disse o estrategista.

E, para fechar a trajetória do Magento até aqui, destacamos o tão aguardado lançamento do Magento 2.0, em novembro de 2015. Após anos de testes, já que a versão 1.0 estava no mercado desde 2008, a ferramenta chegou cheia de novidades! Como de costume, a empresa escutou os seus usuários e disponibilizou várias mudanças em sua arquitetura. O resultado? Pelo visto, tem agradado bastante. E você? Já testou o novo sistema? Conta pra gente!

Plataforma Magento em números

Hoje, a plataforma é a responsável pela criação de 1/3 das lojas virtuais mundiais. Ainda de acordo com dados da Forbes, o Magento é a ferramenta escolhida por 240 mil lojas virtuais ao redor do mundo. Juntas, elas faturam, anualmente, 50 bilhões de dólares em produtos e serviços.

Quer saber quem usa o Magento? No Brasil (leia mais aqui), a Saraiva, a empresa Porto Seguros são alguns exemplos de e-commerce desenvolvidos com a plataforma open source. Lá fora (saiba mais aqui), nomes como Samsung e Nokia, gigantes da tecnologia, Ford e GoodYear, do setor automotivo, Nike, John John e Cristian Louboutin, da moda, confiam no Magento para comercializar seus produtos.

O importante aqui é perceber que tantas empresas escolheram a ferramenta por um motivo: para a plataforma Magento, a imaginação é o que comanda o seu negócio, já que ele apresenta muitas possibilidades, além de também atender de pequenas a grandes empresas.

Gostou de saber mais sobre a Plataforma Magento? Na próxima semana, vamos focar nos motivos pelos quais você deve considerar a ideia de contratar essa ferramenta.

Assine nossa newsletter e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre e-commerce!

(Visited 1.712 times, 1 visits today)
A história do Magento: como surgiu a plataforma? Versão completa A história do Magento: como surgiu a plataforma? Versão completa A história do Magento: como surgiu a plataforma? Versão completa 2018-08-14 17:05:44
5.00 5 1