fbpx

Como criar landing page para e-commerce que converte

Entenda o que é uma landing page, suas vantagens e como elaborar uma página que converte!

Se você tem uma loja virtual, provavelmente já pesquisou por diversas ferramentas a fim de melhorar os seus resultados. Grande parte dos lojistas investem massivamente em anúncios patrocinados. No entanto, de nada adianta atrair pessoas para a loja virtual e não convertê-las — é aí que entra a importância da landing page para e-commerce.

Sabemos que os resultados não vêm do dia para a noite. Por mais que você invista na divulgação, chega uma hora em que é necessário conseguir tráfego orgânico e criar meios para aumentar a conversão de maneira natural. Desse modo, seu negócio tem um crescimento saudável e você diminui gradativamente a verba com anúncios pagos.

Quer entender o que é uma landing page para e-commerce, sua principal vantagem e os elementos que devem estar presentes na sua página? Continue lendo e confira!

O que é uma landing page?

Trata-se de uma página simples e objetiva que tem como finalidade converter um usuário em lead ou cliente. Diferentemente das demais páginas do seu site, a landing page deve ser elaborada para dar destaque à oferta. Portanto, é essencial que ela disponha de poucos elementos: apenas as informações essenciais.

Nem sempre o consumidor está pronto para adquirir um produto. Nesse caso, a melhor opção é conduzi-lo pelo funil de vendas até que ele esteja maduro o suficiente para efetuar a compra online ou ser abordado pela equipe comercial.

Na trajetória pelo funil, você pode disponibilizar materiais informativos para download — como e-books, infográficos ou videoaulas — em troca dos dados do usuário. A captura desses dados, normalmente, é realizada em um landing page específica para cada situação.

Como criar uma landing page que converte no e-commerce

Qual a diferença entre landing page e site?

Muita gente acredita que landing page e site são sinônimos. Porém, há uma diferença entre eles. Como mencionamos acima, a LP tem como objetivo converter um usuário em lead ou cliente. Ela pode estar presente tanto para oferecer materiais ricos para um usuário quanto para solicitar um contato por parte da sua equipe.

Já o site tem como intuito trazer informações sobre a sua empresa de modo geral. Nele, o visitante terá a oportunidade de conferir conteúdos relacionados ao nicho em que você atua (sem precisar deixar os seus dados), além de toda a variedade de produtos que oferta.

Qual a relação entre a landing page e a geração de oportunidades?

Landing pages estão diretamente ligadas à geração de oportunidades. Entenda: suponhamos que você já tem um site de autoridade com produção de conteúdo relevante para o seu público. Existem palavras-chave ranqueadas e que são extremamente estratégicas para o seu negócio. No canal, há cerca de 10 mil visitas por mês, o que é muito relevante para o seu mercado. Porém, pouco se sabe quem são esses usuários.

Você não tem nenhum dado dessas pessoas nem pode traçar ações mais específicas de acordo com os interesses delas. Nesse cenário, a LP entra como uma ferramenta essencial para a captura desses leads. Há a oportunidade de oferecê-la, por exemplo, para que o visitante faça um download de e-book ou infográfico. Ou, ainda, para participar de um webinar que a sua equipe promoverá sobre as tendências do setor de seu e-commerce.

Independentemente do tipo de landing page, é um recurso que contribui para que você capte esse lead e possa nutri-lo de acordo com as suas necessidades e com os seus interesses, de modo que ele seja direcionado para o fundo do funil.

Como criar uma landing page para e-commerce

Loja virtual sob Medida com agilidade e mensalidade acessível

Qual é a sua maior vantagem?

O principal benefício da landing page é aumentar a sua taxa de conversão. Com uma página bem otimizada, além de atrair visitantes por meio dos mecanismos de busca ou anúncios patrocinados, as chances deles se interessarem pela oferta e adquiri-la são maiores.

Ao capturar contatos com essa ferramenta, você tem em mãos uma lista de pessoas que se interessam, de fato, pelos seus produtos ou serviços. O mesmo não acontece quando você compra listas de e-mails prontas. Afinal, trata-se de usuários que, provavelmente, nem conhecem a sua marca e o que você tem a oferecer.

Quais elementos devem estar presentes na landing page?

Antes de criar uma landing page para e-commerce, é preciso ter em mente que existem alguns itens que são indispensáveis para você alcançar a melhor performance. Confira os principais deles abaixo!

Título

Esse é o primeiro elemento que vai atrair ou não a atenção do usuário. O título precisa ser objetivo e gerar uma expectativa. Caso contrário, é bastante provável que o visitante não siga adiante. Lembre-se também de pesquisar, escolher e inserir a melhor palavra-chave para o negócio ser encontrado pelos motores de busca.

Descrição do conteúdo

Agora que você conseguiu a atenção do consumidor, apresente um resumo do que ele vai encontrar no material ofertado e seus benefícios. O maior desafio aqui é ser convincente sem se alongar demais no assunto. É preferível inserir todas as informações de modo que ele não precise rolar a tela para saber mais. Você pode também usar imagens ou um vídeo para melhorar o desempenho da sua landing page.

Formulário

Quando mal desenvolvido, o formulário gera muitas desistências por parte dos usuários. Para diminuir essa rejeição, peça somente os dados mais importantes, como o nome e o e-mail. Dessa maneira, sua taxa de conversão tende a ser maior.

CTA

Nas landing pages, o CTA (call to action) vem na forma de um botão chamando a pessoa para a ação. Geralmente, são frases do tipo: “receber material” ou “adquirir o produto”.

É preciso ficar claro o que ela vai receber ao clicar. Encontre a melhor posição para inserir o seu CTA e deixe-o contrastado com os demais elementos. Assim, ele fica em evidência e dificilmente passa batido.

Como criar uma landing page para e-commerce

Como criar landing pages que realmente convertem?

Levando em consideração o principal intuito da landing page, é importante ter em mente a necessidade de criar uma página que, de fato, converte. Para isso, vale seguir um passo a passo:

  • pensar sempre nos interesses, nas dores e nos desejos da persona, bem como nas palavras-chave pesquisadas nos principais mecanismos de busca;
  • contar com uma boa oferta para que o lead se interesse em receber esse produto;
  • ter um título que chame a atenção;
  • escrever uma introdução orientada, que vá guiar o leitor sobre o que ele deve fazer e quais são as ofertas daquela página;
  • garantir que a landing page funciona tanto no desktop quanto no mobile;
  • criar senso de urgência e escassez;
  • contar com soluções que otimizem as landing pages — formulário inteligente, por exemplo, em que o lead preenche informações só uma vez e não precisa repetir o processo caso se interesse por outro conteúdo.

Além, claro, de contar com o apoio de especialistas em e-commerce. Eles são os profissionais mais capacitados para entender as particularidades do seu negócio e orientar você com foco nos resultados que almeja. Assim, as chances de alcançar o sucesso com a sua estratégia aumentam consideravelmente.

Apesar de não existir uma fórmula definitiva para o sucesso de uma landing page para e-commerce, é possível diminuir as chances de erro com essas dicas. O ideal é monitorar o comportamento dos usuários por meio das ferramentas de testes A/B, heatmaps e analytics. Dessa maneira, você conhece as principais objeções e consegue repará-las.

Quer ser notificado por e-mail quando surgir um conteúdo novo por aqui? Então assine a nossa newsletter! Basta informar seu nome e seu melhor e-mail no formulário abaixo.

5/5 - (6 Votos)

Conteúdos relacionados

Rolar para cima
Rolar para cima