O bom e velho e-mail marketing continua sendo uma das principais estratégias de comunicação entre você e o seu público. Isso porque, mesmo com o crescimento das redes sociais, ninguém deixou de lado o hábito de checar esse meio de informação.

Por isso, muitas empresas apostam nessa ferramenta como uma forma eficaz de manter um relacionamento com os seus clientes.

Porém, para alcançar o retorno desejado, é preciso sempre buscar melhores práticas. Então, revisar e-mail marketing pode ajudar você a melhorar seus resultados.

Criamos este conteúdo para servir como um guia dessa estratégia. Mostraremos como ela funciona, dicas para melhores práticas e ainda uma checklist do que não pode faltar. Confira!

E-mail marketing para e-commerce

Como o e-mail marketing funciona?

O e-mail marketing nada mais é do que uma conversa entre você e os seus seguidores. Sabe quando você quer contar uma novidade para alguém querido e envia um e-mail à pessoa? É isso!

Exemplificar o que esse contato significa facilita (e muito) o entendimento de como você deve agir. Pense, sempre, que você está conversando com alguém muito próximo.

Abandone textos muito rígidos e cheios de regras! É claro que nós recomendamos adotar um bom português, mas nada de exageros ou excesso de termos técnicos — a não ser que seu público goste disso!

Para ter sucesso com campanhas de e-mail marketing, as mensagens sempre precisam conter conhecimento relevante para o público-alvo, algo que seja útil para ele. Só assim ele terá uma interação com o material e poderá tomar uma determinada ação que você espera.

Quais são as melhores práticas para o e-mail marketing?

É preciso ter boas maneiras na hora de enviar o e-mail marketing. Permissão de envio, solicitação de encerramento do recebimento, frequência, relevância e tamanho do arquivo são alguns dos cuidados que você deve ter na hora de enviar um e-mail marketing.

Os e-mails não solicitados podem se tornar um problema para a equipe que cuida dessa área nas empresas, porque os e-mails marketing podem ser confundidos com spam.

Então, para resolver essa e outras questões, existe o Código de Autorregulamentação do E-mail Marketing. O documento foi elaborado por várias empresas e pode ser consultado. Assim, você não corre o risco de parecer invasivo.

Por fim, tente fazer uma campanha precisa, na qual o cliente tenha uma percepção do que ele está vendo e lendo. Pense em uma linguagem visual e textual de fácil entendimento para a criação do seu e-mail marketing.

Como escolher os alvos das mensagens?

Antes de enviar seu e-mail marketing, pense: quem está aberto a conversar com a minha empresa? Quem deve estar na minha lista de envio das mensagens?

Nada de enviar e-mail para todo mundo! O ideal é que você trace o perfil do seu consumidor e conheça suas preferências. É em cima disso que você vai criar laços com o seu público.

Para isso, montar um mailing é fundamental e você pode organizá-lo de duas maneiras: A primeira é selecionar os contatos já existentes em seu sistema e direcioná-los de forma específica. Por exemplo, se a sua loja virtual trabalha com descontos para clientes VIPscrie uma lista para esse grupo. Assim, você poderá enviar campanhas com descontos diferenciados para eles.

Agora, no caso de captura de novos leads (potenciais compradores), uma boa estratégia é criar landing pages. Essas páginas, que ficarão em seu site, funcionam como um formulário de registro de e-mails. Mas tenha calma! Recomenda-se não pedir muitas informações. Foque no nome e endereço eletrônico do usuário, ok?

Atualize sempre os seus grupos de contato. Facilite seu trabalho e use um software que agende os e-mails. Otimize a sua vida!

Antes de enviar, como revisar seu e-mail marketing?

Agora que você já sabe o que representa essa estratégia, como planejar e como escolher os alvos, vamos mostrar uma checklist para você fazer uma revisão e não errar. Acompanhe!

Pense no calendário de envios

Para revisar seu e-mail marketing, crie um planejamento de envios. Isso é muito importante para evitar mandar mensagens demais em um curto espaço de tempo ou, ao contrário, para não ficar um longo período distante, o que pode fazer com que você seja esquecido pelo público.

O ideal é que você tenha um controle dos dias e até mesmo dos horários em que fará os envios dos e-mails. Se você seguir sempre um padrão, seu público já saberá da rotina e ficará esperando a próxima mensagem com ansiedade.

Verifique o conteúdo

Revisar o texto do seu e-mail marketing é primordial! Na verdade, esse é um ponto obrigatório. Se a mensagem chega ao leitor com erros de escrita, isso demonstra falta de cuidado e até mesmo uma certa inexperiência. Como consequência, a credibilidade da marca em si pode ser altamente afetada.

Uma boa dica para fazer essa revisão é utilizar corretores ortográficos automáticos, como o Word. Eles podem apontar alguns erros básicos. Mas atenção: nenhum corretor substitui a sua própria revisão! Então, tenha muita atenção à forma como você escreve.

É muito interessante que você, antes de enviar o e-mail para sua lista de contatos, envie-o para você mesmo. Assim, leia novamente o conteúdo, clique em todos os links presentes e veja se está tudo certo.

Analise o layout da mensagem

Será que o layout que você escolheu para a mensagem está adequado? Esse é um dos pontos da nossa checklist para revisar e-mail marketing.

Observe se o fundo da mensagem está agradável, se o texto está bem legível e se a aparência do e-mail é agradável. Verifique também se as imagens estão carregando corretamente.

Defina os alvos certos

Enviar um mesmo e-mail para toda a sua lista de contatos pode não ser uma boa ideia, pois cada consumidor tem necessidades diferentes.

O ideal é você traçar um fluxo de nutrição de conteúdo para cada etapa do funil de vendas. Assim, com os leads posicionados no funil, você saberá exatamente para quem deve enviar cada uma das mensagens, tornando-as mais relevantes e aumentando, assim, as taxas de abertura e conversão.

Determine e controle os indicadores

Por fim, não se esqueça de determinar e acompanhar os indicadores de desempenho. A taxa de abertura, por exemplo, avalia a parcela de pessoas que abriram o seu e-mail em relação ao total enviado.

Já a taxa de cliques apresenta a parte que clicou nos links inseridos na mensagem. É muito importante acompanhar esses indicadores para avaliar se a estratégia está realmente sendo eficiente.

Com a mensuração dos resultados, você será capaz de conhecer melhor o seu público, identificando os conteúdos que mais despertam a atenção e a curiosidade dele.

E então, o que achou deste conteúdo? Agora que você já sabe quais são as melhores práticas para criar e revisar e-mail marketing, veja o que não deve ser feito de forma alguma em suas campanhas!

Quer descobrir como a Bertholdo utiliza o e-mail marketing em sua estratégia digital? É só assinar a nossa newsletter. Você recebe direto na sua caixa nosso melhor conteúdo todas as semanas.

(Visited 354 times, 1 visits today)