Você sabe o que é growth hacking? Essa é uma das principais tendências do Marketing Digital e não pode ser ignorada pelas empresas do mercado. Caracterizada como uma estratégia que visa a otimização do orçamento de Marketing e o uso de dados para tomar decisões, o growth hacking pode ser o diferencial para aumentar os lucros e a satisfação dos clientes no meio digital.

Quer saber como? apresentamos neste post o que é growth hacking e como essa estratégia pode ser usada para otimizar os resultados do seu e-commerce. Confira!

Afinal, o que é growth hacking?

O termo growth hacking não tem uma tradução literal para o português, porém pode ser entendido como “crescimento por meio de experimentos“, ou seja, é uma estratégia que usa testes para otimizar as ações de marketing.

A ideia da prática consiste em avaliar o cenário das ações de marketing e identificar pequenas brechas ou oportunidades (hacks) que podem ser alteradas para melhorar os resultados de forma a gerar crescimento (growth).

Um exemplo prático é feito na estratégia de e-mail marketing, testando dois tipos de títulos no mesmo disparo. Aquele com melhor conversão pode ser replicado nos próximos envios, garantindo melhor desempenho para a ação.

Como aplicár Growth Hacking na loja virtual

Quais os benefícios dessa prática?

Quando adotado de forma eficiente, o growth hacking promove uma série de benefícios para qualquer empresa. Para o e-commerce, se destacam:

  • otimização dos resultados da estratégia de marketing;

  • identificação do que realmente funciona;

  • maior aprendizado sobre as estratégias;

  • geração de dados para as decisões do time;

  • otimização da tomada de decisão;

  • alocação eficiente do orçamento.

Além disso, diversas práticas podem ser feitas sem custo, como o teste do e-mail marketing e alteração de cores, imagens e posições de botões na plataforma da loja virtual.

O teste ainda ocorre rapidamente, podendo gerar resultados rápidos e assertivos em apenas algumas horas, dependendo do tamanho da amostra usada e o fluxo de visitas do negócio.

Como adotar o growth hacking no meu e-commerce?

Apesar de não existir uma regra exata para praticar o growth hacking, é importante seguir algumas dicas que garantem sua eficiência. Abaixo, colocamos as 5 principais. Veja!

1. Entenda o cenário

O primeiro passo é avaliar o cenário do e-commerce, ou seja, como funcionam todos os processos de marketing e vendas da loja virtual — atração, nutrição, conversão e relacionamento.

Assim, é possível determinar quais atividades estão relacionadas e devem ser tratadas separadamente nos testes, uma vez que o experimento só é válido quando não há interferências externas ao resultado.

2. Identifique oportunidades

Durante a avaliação do cenário interno, é preciso identificar quais pontos podem se tornar oportunidades de otimização em cada ambiente da loja virtual. Alguns exemplos são cores, tamanhos de fontes, conteúdos e posições de call to action.

3. Determine uma ordem de testes

A próxima atividade é estabelecer um padrão e cronograma para os testes, definindo o tamanho da amostra, período de observação, quais testes serão realizados primeiro e quais podem ser feitos simultaneamente.

Por exemplo, testar opções na estratégia de e-mail para recuperar o carrinho de compra não impacta em ações de atração de consumidores para páginas de venda.

4. Implemente e avalie resultados

Planejamento pronto, é o momento de implementar e avaliar os resultados dos testes. Para isso, é preciso ter as ferramentas corretas que ajudam nas duas atividades.

Algumas plataformas de disparo de e-mail já oferecem a opção para fazer testes e criar relatórios de resultados. Os softwares de e-commerce também podem ter ambientes para experimentos.

5. Amplie para outras atividades

Por fim, os resultados positivos podem ser expandidos para demais atividades que seguem regras similares, garantindo melhores resultados para o negócio.

Essa prática deve ser monitorada para garantir que o que funciona numa página também gera bons resultados em outra, mesmo quando elas são parecidas.

Fica evidente que o growth hacking é uma prática interessante para o e-commerce. Sua eficiência depende de planejamento e principalmente de autonomia para que os profissionais possam testar e implementar mudanças.

E aí, gostou de saber o que é growth hacking e como adotar essa tendência para otimizar o Marketing Digital no seu e-commerce? Então siga a Bertholdo nas redes sociais e receba mais conteúdos como este. Estamos no Facebook, YouTube, Google+ e LinkedIn!

(Visited 98 times, 1 visits today)