Todo empreendedor que atua com e-commerce vive em busca de novas ideias e estratégias para aumentar as vendas e consolidar seu negócio. Com tanta concorrência, é preciso ser criativo e planejar muito bem as ações. Uma boa alternativa para isso é oferecer o frete grátis no e-commerce.

Os consumidores adoram a isenção do valor de entrega e o aumento das vendas é uma consequência. Porém, é preciso ter cuidado e entender muito bem essa estratégia antes de aplicá-la.

Se você deseja oferecer esse benefício no seu negócio, precisa conhecer as vantagens e formas de fazê-lo sem perder a lucratividade. Para isso, acompanhe o nosso artigo de hoje. Boa leitura!

Frete grátis no e-commerce conheça as vantagens e saiba como fazer

Por que oferecer o frete grátis no e-commerce?

A edição 37 do WEBSHOPPERS (publicado em 2018) mostrou que o frete grátis passou a ser utilizado, em 2017, apenas por lojas que desejam aumentar a taxa de conversão e ganhar participação de mercado − mesmo comprometendo a margem de lucro − ou por alguns nichos específicos, como moda, acessórios, cosméticos e perfumaria. 

Pedro Guasti, responsável pelas Relações Institucionais e Conselheiro da Ebit, destacou que: “Por outro lado, vimos que ao longo do ano as grandes lojas (Top 10) foram as que menos ofereceram frete grátis, mostrando que nesse segmento de lojas a busca pela rentabilidade foi um grande desafio.”
 
Porém, no segundo semestre, as grandes lojas (top 10) voltaram a incentivar a venda oferecendo o frete grátis. Fato que destaca a importância dessa estratégia.

Segundo uma pesquisa feita pela ComScore, que avaliou o comportamento de consumidores online, 58% dos entrevistados relataram que adicionaram itens ao carrinho de compra para ter o benefício do frete grátis. Esse dado é bastante interessante e mostra um grande potencial para as vendas.

O frete no e-commerce é um fator que deve ser bem analisado. Ao comparar ofertas de diferentes marcas e lojas, os consumidores avaliam, além do preço do produto, o valor e o tempo necessário para a entrega. Se o custo de envio for alto ou o tempo for muito longo, a compra pode ser abandonada e a procura por um concorrente é feita.

Para contornar essa situação surgiu a ideia do frete grátis no e-commerce. As vantagens para o negócio são:

Porém, antes de criar essa promoção, é preciso avaliar as condições para não impactar na margem de lucro do negócio.

Quais são os modelos dessa estratégia?

Agora, vamos destacar alguns modelos que são adotados pelas empresas que querem oferecer frete grátis no e-commerceAcompanhe:

Frete grátis a partir de um determinado valor de compra

Essa é a prática mais adotada para oferecer o frete de forma gratuita. O aumento do ticket médio, valor médio gasto por cliente, é um objetivo dos empreendedores e a estratégia do frete sem custo ajuda muito.

Nessa opção, você determina um valor mínimo de compra para o cliente ter acesso ao benefício da isenção do valor. Os consumidores serão motivados a colocar mais itens no carrinho para atingir a quantia mínima estabelecida.

Mas atenção! Para essa opção, é preciso conhecer a margem de lucro dos produtos e o valor médio do frete. Lembre-se que você assumirá esse custo em troca de maior gasto em produtos. Portanto, precisa valer a pena para a empresa e não pode ser um valor muito longe do que normalmente é gasto na loja.

Frete grátis em toda a loja

Como uma segunda opção, não se coloca um valor mínimo necessário, liberando o valor de entrega para toda a loja. No primeiro caso que colocamos, alguns consumidores podem não ter interesse em chegar ao valor mínimo e, assim, não realizam a compra. Já com o frete grátis, para qualquer valor esse incentivo é maior. Porém, o risco para o empreendedor também é.

Esse modelo de estratégia é mais adotado no caso de produtos com maior valor. Se a quantia for baixa, o custo de envio pode superar o lucro, até mesmo o valor do produto, o que não é nada interessante para a empresa.

Restrição de itens com direito ao benefício

Outra interessante modalidade do frete grátis no e-commerce é selecionar alguns produtos que terão essa opção. Isso é interessante pois permite destacar os itens com maior margem, trazendo um risco menor ao negócio.

Essa opção também é mais fácil de ser gerenciada, uma vez que você está tratando de itens específicos. Lembre-se de deixar bem claro para o consumidor as condições da oferta, antes do fechamento da compra. Assim você evita futuras reclamações e até mesmo desistências.

Benefício em datas sazonais

Aproveitar as datas sazonais é uma excelente dica para o e-commerce. Oferecer o frete grátis em períodos específicos é uma boa opção e uma forma de não comprometer a margem de lucro durante todo o ano, além de potencializar as vendas em curto prazo. 

Você pode, por exemplo, aproveitar uma data em que já há um incentivo natural das compras, como o Natal ou Dia das Mães, e oferecer o valor de entrega como uma forma de superar a concorrência.

Como oferecer o benefício sem comprometer o lucro?

Mostramos, no tópico anterior, diferentes modelos para que você possa oferecer o frete grátis no e-commerce. Porém, é muito importante que, em qualquer que seja a opção escolhida, você tenha certeza que isso não estará afetando a saúde financeira do seu negócio.

Nosso país é formado por um extenso espaço territorial. Aliado a isso, temos poucas opções para entrega dos pedidos e nossa forma de envio, predominantemente terrestre, é bastante criticada. Tudo isso eleva os custos, sendo prejudicial ao comércio virtual.

Então, agora mostraremos importantes dicas para garantir a boa margem de lucro e conseguir aumentar as vendas com a isenção do frete.

Faça um contrato com uma agência dos Correios

O Correio é a principal empresa utilizada para o transporte dentro do nosso país. Existem diversas agências espalhadas pelos estados e você deve estabelecer um contrato com uma de sua região. Isso permite que você tenha acesso a descontos e vantagens, como a coleta das mercadorias na sua empresa.

Avalie diferentes transportadoras

Apesar de os Correios serem uma boa escolha, você pode considerar também as transportadoras. Elas são boas opções, principalmente para caso de cargas grandes e pesadas e ainda contendo materiais químicos, que não são transportados pelos Correios.

Lembre-se de fazer cotações com ao menos três empresas, considerando o valor cobrado em cada uma e o prazo solicitado.

Busque novas opções de envio

Além dos Correios e das transportadoras, uma importante dica para que você consiga oferecer o frete grátis no e-commerce e manter uma boa margem de lucro é procurar por novas opções de entrega.

Em algumas cidades há empresas que fazem a entrega por bicicletas e motos, com um custo bem inferior às demais alternativas. Nesse caso, você ainda pode negociar com os entregadores algum desconto se os pedidos forem concentrados em um mesmo dia, evitando deslocamentos repetidos.

Repense as suas embalagens

Por fim, uma última dica para economizar no valor do frete é repensar as embalagens dos produtos. Os Correios, por exemplo, calculam o valor a partir da dimensão da caixa e do peso. Então, se você utiliza embalagens maiores do que é necessário, pode estar pagando por isso.

Portanto, como vimos em nosso artigo, oferecer frete grátis no e-commerce é uma ótima estratégia para promover o aumento das vendas, atrair novos consumidores, fidelizar os clientes e ainda criar um importante diferencial perante os concorrentes.

Porém, para que essa ação não tenha impacto significativo na margem de lucro, é preciso estruturá-la com muito cuidado. Para isso, conheça o custo e o lucro de cada produto. Avalie os valores de frete e o comportamento do seu público-alvo. 

Analise os modelos que destacamos para encontrar o que mais se encaixa no seu caso e ainda tente aplicar as dicas para reduzir o custo de envio. Aplicando a estratégia de forma correta, os resultados do frete grátis no e-commerce serão incríveis. 

Gostou do artigo? Então que tal conhecer as melhores práticas para aumentar a taxa de conversão? Baixe agora mesmo o nosso e-book e otimize seus resultados!

(Visited 287 times, 2 visits today)