Existem diversas maneiras de acelerar o desempenho do Magento, desde a contratação de serviços de hospedagem mais eficientes à otimização de códigos e conteúdos da loja virtual.

O CMS líder em e-commerce que está por trás de grandes empresas de comércio eletrônico é mundialmente reconhecido pela qualidade de seus recursos, mas já foi muito criticado por alguns usuários por apresentar um carregamento relativamente lento, principalmente em dispositivos móveis.

Na quase totalidade dos casos, porém, a lentidão se deve a problemas externos ou a alguma configuração pendente que passou despercebida pelo desenvolvedor. Seja qual for sua situação, neste post, trazemos 10 dicas para acelerar o desempenho de sua loja Magento e nunca mais perder um só cliente devido a falhas de carregamento. Confira!

Como acelerar o desempenho do Magento

1. Seja criterioso com o serviço de hospedagem

Começando pelo maior pilar da loja virtual e um dos fatores que mais impactam o desempenho dos sites na internet, independente da plataforma utilizada: a hospedagem!

Por mais que um e-commerce seja perfeitamente configurado, ele jamais apresentará bons resultados em termos de carregamento e navegação se não houver uma infraestrutura de tecnologia equivalente amparando.

Na maioria das vezes, o que ocorre é que os lojistas contratam planos de hospedagem básicos quando iniciam seu empreendimento na web e, ao longo de sua evolução, deixam de migrar para serviços mais robustos. A necessidade só é percebida quando surgem quedas bruscas de tráfego e conversões.

A situação mais crítica, porém, é quando o problema não está na categoria do plano contratado, mas na qualidade do serviço e dos equipamentos utilizados pela empresa, o que também pode deixar sua loja vulnerável a erros graves e invasões. Sendo assim, as recomendações básicas ao gerir uma hospedagem são:

  • invista apenas em empresas confiáveis e com boa reputação entre seus clientes;
  • contrate um plano que atenda, no mínimo, às necessidades técnicas atuais de seu negócio;
  • realize upgrades em seu plano assim que novas demandas forem detectadas.

2. Remova módulos desnecessários

Ainda que inativos, os módulos instalados continuam ocupando espaço em seu banco de dados, guardando informações de usuários e até recebendo atualizações frequentes. Tudo isso afeta o desempenho do Magento — e o pior: sem a mínima necessidade.

Remova, portanto, todos os módulos não utilizados de sua plataforma. Se resolver usar algum deles no futuro, prefira baixar e instalar novamente. Garanta que todo o processamento de sua loja seja dedicado apenas aos recursos que são utilizados.

 

3. Faça atualizações e upgrades

Esses são pontos fundamentais para corrigir erros, solucionar brechas de segurança, adicionar novas funcionalidades e aprimorar o desempenho dos softwares.

O mercado evolui rapidamente, assim como cybercriminosos, que estão sempre tentando descobrir novas formas de invadir as plataformas. São por essas e outras que as instituições providenciam constantemente melhorias em seus produtos e serviços digitais, ficando um passo à frente dos usuários maliciosos.

4. Otimize os códigos de sua loja

Outra forma eficiente de reduzir o tempo de carregamento das páginas é otimizando os códigos usados nelas, ou seja, corrigindo pequenos erros e removendo linhas desnecessárias. São muito comuns os chamados “gargalos”, pequenos trechos inúteis que atrasam a execução do conteúdo e dos recursos da plataforma. Identificá-los e corrigi-los, portanto, é essencial.

5. Mescle arquivos Javascript e CSS

A vantagem de combinar os códigos CSS e Javascript de seu site em um único arquivo é que os navegadores precisarão apenas realizar uma solicitação HTTP para que o conteúdo seja entregue e exibido. O Magento 1.4 e o 2.0 já disponibilizam recursos para que essa mesclagem seja realizada. Em outras versões, módulos como o FooMan Speedster podem ser usados para essa função.

6. Ative a geração de arquivos em cache

Quando um site apresenta muitos arquivos e aplicações, uma solução interessante é ativar a geração de cache do navegador por meio de comandos no .htaccess. Essa configuração fará com que alguns arquivos de sua loja sejam armazenados localmente no navegador de seus usuários, acelerando o carregamento das páginas nas próximas visitas e até viabilizando a ativação de alguns recursos off-line.

7. Reduza suas imagens

Dica básica para qualquer site, blog ou loja na internet, a compactação dos arquivos de mídia é fundamental, principalmente em e-commerces, nos quais uma grande variedade de imagens é exibida nos catálogos.

Não faz sentido utilizar grandes imagens dentro de pequenos espaços de exibição. O ideal é garantir a máxima precisão, ou seja, dimensionar as imagens de acordo com o tamanho exato em que serão exibidas em suas páginas. Para fazer isso, você pode usar módulos específicos ou ferramentas básicas como o TynyPNG.

8. Limpe os logs do Magento

Por configuração padrão, o Magento registra e mantém logs por até 180 dias, o que pode facilmente entupir o banco de dados de arquivos inúteis. Sendo assim, a recomendação é reduzir esse período para uma ou duas semanas. É também possível providenciar uma limpeza manual excluindo os dados das tabelas de log, mas isso só deve ser feito por um profissional.

9. Utilize um serviço CDN (Rede de Entrega de Conteúdo)

O CDN é um sistema inteligente de distribuição de servidores desenvolvido justamente para beneficiar o desempenho dos websites, principalmente os portais e plataformas globais.

Esse serviço consiste em hospedar a loja em um complexo de servidores em rede e fornecer o conteúdo para o usuário a partir da central de dados mais próxima. Dessa forma, o caminho percorrido pelas informações é menor e, consequentemente, a velocidade das páginas aumenta.

Essa tecnologia, porém, ainda é bastante restrita e são poucas as empresas de hospedagem que a oferecem. É uma solução interessante para grandes lojas virtuais que têm clientes em áreas muito distantes.

10. Contrate uma consultoria especializada

Por fim, não poderíamos deixar de citar os benefícios de contratar uma empresa especializada em Magento para garantir o máximo desempenho em sua loja. Como você deve ter percebido, muitas configurações exigem conhecimento técnico para serem executadas e, por isso, um suporte Magento profissional faz toda a diferença na resolução de problemas, dos mais básicos aos mais complexos.

O gerenciamento de um e-commerce envolve diversas responsabilidades em diferentes áreas e o monitoramento e a orientação constantes de profissionais especializados são muito importantes para garantir a evolução de um negócio.

Contar com o apoio próximo de uma consultoria especializada em Magento pode fazer toda a diferença e evitar muitos problemas.

Vamos melhorar o desempenho do Magento?

Gostou deste post sobre o desempenho do Magento? A Bertholdo é uma empresa focada na criação, gerenciamento e consultoria em e-commerces. São mais de 900 projetos desenvolvidos e de 10 anos de atuação nesse mercado, atendendo clientes do Brasil e de outros países. Entre em contato conosco e conheça as vantagens exclusivas de se tornar um de nossos clientes!

(Visited 18 times, 1 visits today)
10 dicas para acelerar o desempenho do Magento 10 dicas para acelerar o desempenho do Magento 10 dicas para acelerar o desempenho do Magento 2020-07-29 08:48:03
5 5 1