Digital Trade Marketing

Trade marketing digital: use a estratégia em seu e-commerce

Você já ouviu falar sobre o trade marketing digital, que, em português, significa marketing para comércio digital? Com o crescimento do e-commerce, o famoso termo trade marketing, que antes era utilizado para lojas físicas, renovou-se e agora tem ajudado muitos lojistas a venderem mais na internet.

De olho no futuro, que digamos já é um presente sólido, vamos ajudá-lo a entender essa transformação e, também, a implementar a ideia em sua loja virtual. Dando um pulinho nas décadas passadas, vamos entender mais sobre o conceito do trade marketing. Boa leitura!

Digital Trade Marketing

Trade marketing: conhecendo o conceito que deu origem ao trade marketing digital

No início, o trade marketing foi criado para que o comércio físico fizesse marketing, promoções e demais campanhas de divulgação de determinado produto nos pontos de venda. Com o tempo, a ideia evoluiu e se tornou uma estratégia fundamental para que as marcas se aproximassem do cliente no momento de seus lançamentos, principalmente.

Podemos dizer, então, que o trade marketing foi, e segue sendo, o responsável por promover os produtos nos locais em que o consumidor está: shoppings, feiras, supermercados, entradas de condomínios etc. De acordo com a Nielsen, empresa com sede em NY e que produz estudos sobre mercados, 70% das pessoas decidem o que comprar quando estão em frente a uma prateleira, sendo que 50% delas fazem isso de forma habitual — ou seja, sempre. 

Por isso, confirmamos que o segredo é fazer com que o produto seja encontrado de forma fácil, tenha sua identidade reforçada de maneira contínua, seja atraente e, claro, tenha um preço competitivo em seu mercado de atuação. Entendido? Hora de, então, falarmos sobre o assunto principal do post: trade marketing digital.

Trade marketing digital: aproximando o consumidor da divulgação online

O conceito digital, basicamente, tem como intuito trabalhar as características e funções do original. Porém, o trade marketing digital tem como foco a internet. O meio online fez com que os consumidores se sentissem, literalmente, em casa na hora de buscar por um produto. Eles pesquisam mais e, com isso, estão mais informados (além de mais exigentes!).

Dessa maneira, mais do que vender, é preciso fidelizar, fazendo com que as pessoas se tornem fãs da sua loja/marca. Então, o trade marketing digital trabalha de várias formas, fazendo com que o usuário conheça a empresa, queira consumi-la e, por fim, retorne a ela.

“Mas, Bertholdo, eu também tenho um ponto de venda físico. É válido investir em trade marketing digital?”. A resposta é sim! Veja: um estudo realizado pela Deloitte, uma das maiores empresas de prestação de serviços no mundo, divulgou que 56% de todas as vendas do varejo são influenciadas pelos canais digitais

Por isso, é importante que off e online, quando for o caso, caminhem juntos! Todos buscamos a internet para pesquisas, mesmo quando optamos por comprar em uma loja física. Agora que você está por dentro dos conceitos e da sua importância, vamos à prática!

Dicas essenciais para trabalhar o trade marketing digital em seu e-commerce

Muitas são as dicas que você verá por aí. Mas, para começar, indicamos as 10 tarefas a seguir.

Faça uma descrição completa dos seus produtos

Experiência do usuário: pense nessas palavrinhas mágicas! Afinal, o cliente precisa sentir-se de frente ao produto, como se pudesse tocá-lo. Descreva, de forma completa, todas as características do mesmo: cores, textura, tamanho, largura, profundidade e outros. Ele não poderá ficar com qualquer dúvida!

De acordo com o Índice de Qualidade do E-commerce – o EQI —, o e-commerce brasileiro teve nota de 5,32 em 10, em relação à experiência do consumidor. Seja diferente e saia à frente. Ainda sobre isso, utilizar palavras-chave e imagens de qualidade vão tornar o SEO da sua página forte, fazendo com que você seja encontrado mais facilmente nas buscas do Google. E, por falar em imagens, vamos a elas!

Produza ótimas imagens e tenha um visual atrativo em seu e-commerce

Além de produzir, ou escolher, as fotos dos produtos, é essencial que o seu e-commerce também tenha um design profissional. Os dois itens citados anteriormente trarão confiabilidade, algo essencial para o trade marketing digital, já que a primeira missão é apresentar a sua loja a um potencial cliente.

Para isso, veja a possibilidade de contratar uma equipe especializada em e-commerce para auxiliá-lo. Aqui na Bertholdo, oferecemos vários serviços e consultoria a valores acessíveis. Fale com a gente!

Fique de olho na concorrência

De nada adianta deixar a sua loja e os produtos apresentáveis, tornando a experiência do usuário agradável, se você se fechar em um mundo paralelo. Ficar de olho nos concorrentes é a melhor forma de se manter em movimento e nunca se acomodar. Afinal, certamente, você não quer que a sua loja virtual fique para trás.

Observe o que eles estão fazendo: lançamento de produtos, forma de apresentá-los, descontos, promoções, redes sociais etc. Tudo isso contará para você como está a estratégia de trade marketing digital do concorrente. 

Mantenha seu e-commerce preparado para o mobile

Também é importante pensar em como o site pode ser amigável para os diferentes dispositivos móveis. Se o trade marketing digital tem como pilar a experiência do usuário, permita que os internautas acessem os produtos de qualquer dispositivo, sem precisar enfrentar páginas muito lentas ou desconfigurações no layout.

Pesquisa do Google demonstra que 53% dos consumidores online abandonam um site mobile que demora mais de 3 segundos para carregar. A pesquisa ainda revela que o site mobile de 75% das principais marcas brasileiras demoram mais de 20 segundos para carregar, o que é um grande prejuízo para a experiência do usuário.

Integre os diferentes canais de atendimento

Para um bom desempenho com a estratégia trade marketing digital, os donos de lojas virtuais precisam preocupar-se com a integração dos diferentes canais de atendimento ao cliente.

A integração de canais online e offline deve acontecer no caso de negócios que também atuam com lojas físicas. É um desafio conhecido como omnichannel, que se refere à integração de canais para reduzir o tempo de atendimento e melhorar a experiência do usuário.

Dessa forma, além de ter diversas maneiras de entrar em contato com seu negócio, o cliente não precisa repetir as mesmas informações, caso precise trocar de canal para um mesmo atendimento. Isso gera notoriedade e reconhecimento para a marca.

Invista em inbound marketing

Se você quer criar uma presença digital forte com o trade marketing digital, precisa conhecer e aplicar o inbound marketing. Também conhecido como marketing de atração, a estratégia de Inbound baseia-se na capacidade de gerar interesse para o público por meio da produção de conteúdo interessante em diferentes formatos (e-mail, posts em redes sociais e blogs, vídeo etc.).

Dessa maneira, seu negócio online consegue converter o máximo de visitantes em leads e, posteriormente, em clientes. Para conseguir esse objetivo, é importante investir no marketing de conteúdo e nas técnicas de SEO, o que aumenta a chance de a sua marca ser encontrada nas páginas de busca do Google.

Entenda a jornada de compra do cliente

Muitos donos de lojas virtuais ainda não sabem exatamente como os usuários chegam até os seus produtos e decidem fazer uma compra. Entender essa “jornada” é um passo fundamental para identificar os canais que realmente estão gerando resultados para a estratégia de trade marketing digital.

Definir as etapas da jornada do cliente permite que você proponha melhorias para os canais de vendas, saiba o que está dando certo e o que pode ser feio para diminuir a taxa de abandono de carrinho. Você otimiza cada vez mais a experiência do cliente e tem o faturamento que espera nos próximos anos.

O trade marketing digital é uma solução para tornar a experiência do usuário mais agradável no seu e-commerce. Como vimos, enquanto o trade tradicional executa ações em pontos de venda físicos, o trade digital se preocupa com a gestão de canais online. Então, se ainda não aplicou o conceito, comece pelas nossas dicas e converta cada vez mais leads.

Gostou do conteúdo e quer aprender mais sobre estratégia para seu e-commerce? Aproveite para conferir nosso post completo, com 10 dicas essenciais para o marketing de conteúdo.

Conteúdos relacionados

Rolar para cima