fbpx

Pós-Black Friday: Dicas para queimar o estoque sem prejuízo!

O que é preciso levar em consideração no período pós-Black Friday para vender os produtos em estoque? Saiba mais!

Loja virtual sob Medida com agilidade e mensalidade acessível

Black Friday acabou e você não conseguiu queimar o estoque? Não se preocupe! Existem algumas maneiras de aumentar o fluxo de caixa no Pós-Black Friday.

Falta de planejamento, preços pouco atraentes ou divulgação abaixo da necessária são alguns motivos que levam a baixa performance de vendas na Black Friday.

No texto de hoje, veja como contorná-los com medidas para queimar o estoque pós-Black Friday. Continue a leitura e confira!

Pós Black Friday: como queimar o estoque?

Faça o controle do estoque

Antes de qualquer coisa, é importante mapear a situação do estoque, observando as características dos produtos vendidos e dos novos clientes, além de mensurar todos os dados que possam ajudar a moldar a sua estratégia.

controle de estoque começa a partir de uma lista com os produtos disponíveis, sua quantidade, e seus preços de compra e de venda. Eles devem ser divididos em grupos, que servirão para a formação de descontos e de vendas conjuntas.

Identifique os produtos cujo o estoque está superior ao planejado. Pesquise também os itens com maior margem de lucro, pois você poderá criar campanhas de pós-Black Friday com descontos agressivos.

Realize vendas de kits

Uma medida interessante para queimar o estoque é a venda de kits completos, com produtos similares ou que permitam a combinação.

Assim, o cliente pode adquirir mais de um item que comumente compraria de forma separada, por um valor mais em conta. Além disso, é possível incluir mais de um item no carrinho, gerando uma economia no custo do frete.

Use o seu pós-venda para queimar o estoque

Nunca pense que o seu trabalho acaba quando um cliente finaliza um pedido na sua loja. Vender para um novo cliente é bom, mas fidelizar esse consumidor é ainda melhor — uma vez que esse esforço gera compras recorrentes e novas indicações.

Além disso, o pós-venda é uma oportunidade de aprender os hábitos de compras dos seus consumidores e receber feedbacks. Nessa etapa do relacionamento, comece agradecendo a preferência — isso mostra que, mesmo durante a Black Friday, o seu tratamento não foi diferente do que em outros períodos do ano.

Após a entrega do pedido, envie um e-mail agradecendo a compra e convidando o cliente a avaliar sua experiência de compra online. Peça a opinião dele sobre o produto, a embalagem, o atendimento, o prazo de entrega e qualquer outro ponto que julgar necessário.

O pós-venda também é o momento de oferecer produtos relacionados à compra anterior. O ideal é contar com uma solução de gestão de CRM, que permita reunir dados sobre seus clientes, verificar de forma automática quais são os seus hábitos de compras, e oferecer produtos e descontos específicos para seu perfil, gerando uma boa experiência.

Faça uma boa divulgação

É inquestionável que, em uma empresa, todos os setores são importantes — e os resultados só são alcançados se todos trabalharem em conjunto. Porém, uma área se destaca quando falamos sobre gerar vendas: o marketing!

As estratégias de divulgação dos produtos e das ofertas devem ser muito bem estruturadas para alcançar o público-alvo certo e gerar impacto. Para isso, é necessário analisar em quais canais esse público está e como ele busca informações.

Se você cria as melhores promoções, com produtos imperdíveis, mas não investe na divulgação, muitas pessoas que fariam compras não são comunicadas sobre as condições — e você desperdiça oportunidades de queimar o estoque pós-Black Friday.

Pós-Black Friday: como queimar o estoque sem prejuízo

Crie promoções e sorteios exclusivos para clientes da Black Friday

Promoções e sorteios, principalmente quando são lançados nas redes sociais, sempre conquistam enorme atenção e engajamento do público. Então, uma forma de aproveitar o momento de pós-Black Friday e acabar com o estoque acumulado é criar esses eventos.

Um sorteio no Instagram, por exemplo, pode movimentar o nome da marca e gerar engajamento do público, além de atrair mais leads e concretizar mais vendas!

Essas promoções não precisam ser criadas, obrigatoriamente, logo após a Black Friday. Você pode usar os meses de dezembro e janeiro para queimar o estoque desses itens e gerar mais vendas de produtos complementares.

Outra dica fundamental é criar promoções exclusivas para quem comprou na Black Friday. Ofereça cupons de desconto diferenciados apenas para esses clientes. Isso ajuda a fazer com que eles voltem à sua loja e realizem novas compras.

Faça o cliente se sentir especial e valorizado. Prepare uma lista de e-mail dos clientes que compraram na Black Friday (o período pode ser ampliado) e invista no e-mail marketing.

Determine o tipo de oferta e calcule o desconto

A Black Friday é diferente das promoções convencionais. Trata-se de uma liquidação de época, cujo intuito é vender o máximo de produtos da loja para renovar o estoque — enquanto uma simples promoção tem o objetivo de oferecer descontos em categorias pré-determinadas.

Por exemplo, se o e-commerce vende casacos e está próximo do verão, é possível incentivar os consumidores a comprarem em uma promoção de pague 1 e leve 2. Antes de ofertar, é importante calcular o desconto para não impactar no lucro e evitar que o negócio corra riscos.

Por isso, é necessário fazer um balanço dos produtos no estoque e determinar quais são os mais interessantes para a estratégia.

A seguir, veja como os descontos podem ser classificados!

Descontos limitados

Evite manter o desconto por longos períodos, pois ele pode ser viciante. Um exemplo ocorre com alguns varejistas, que realizam tantas promoções e queimas de estoque que acabam acostumando seus consumidores a comprar somente nesses períodos.

Descontos críveis

Nada de descontos exorbitantes, com o preço lá embaixo. Além de tornar a oferta duvidosa, o consumidor pode sentir que a loja virtual está desesperada para vender — e não que ela está oferecendo uma boa oportunidade de venda. Mesmo quando você precisa queimar o estoque, nunca exagere nos descontos.

Descontos criativos

Uma boa recomendação é aplicar descontos para produtos específicos ou descontos criativos. Um exemplo é o caso de uma loja de games, que disponibilizou jogos usados para a venda. A iniciativa foi um sucesso não só pelo preço mais em conta, mas pela divulgação natural que ocorreu entre os consumidores.

Pós-Black Friday: Fidelize seus clientes

Fidelize os seus clientes

Com as informações de compra dos clientes, é possível usar o CRM para criar uma estratégia de fidelização, começando por aqueles que passaram mais tempo online no seu site e os que compraram mais, entre outros consumidores.

Conhecer essas pessoas é o início do caminho para gerar a fidelização. Como já foi falado, vender para um cliente é bom, mas fazer com que ele se encante com a marca é o ideal!

Para alcançar a fidelização, você pode oferecer cupons de descontos, frete grátis para compras acima de um determinado valor, brindes, melhores condições etc. Dessa forma, o e-commerce estimula mais o consumo daquelas pessoas que já compraram antes.

É muito interessante pensar que a Black Friday não é só um momento para gerar um pico nas vendas, mas uma chance de aumentar a cartela de clientes, estimulando o faturamento ao longo de todo o ano.

Contrate os influenciadores digitais

Por fim, não podemos nos esquecer de utilizar o poder dos digital influencers, ou influenciadores digitais, para criar campanhas de queima de estoque. Essas pessoas são reconhecidas por um público bem expressivo, com um forte poder de persuasão e que pode alavancar as suas vendas.

O segredo para ter sucesso utilizando os influenciadores é analisar quais deles fazem parte do seu nicho, aqueles que “falam a língua” do seu público, e propor uma parceria.

Nessa ação, os influenciadores podem fazer postagens nas redes sociais utilizando os seus produtos, ou até movimentar sorteios e promoções, intensificando a divulgação.

Social influencer

Utilize as redes sociais para queimar o estoque

As redes sociais funcionam como importantes aliadas em diferentes momentos do ano — e no pós-Black Friday, não é diferente.

Aqui, a empresa tem a oportunidade de utilizar os canais de duas maneiras específicas. Na primeira, há a possibilidade de coletar feedback do público para entender como as campanhas se saíram e qual foi a percepção que ele teve em relação ao atendimento, suporte etc.

Na segunda, especialmente para a queima de estoque, o negócio pode divulgar as promoções, fazer parcerias com os influenciadores digitais mencionados acima, além de elaborar stories e realizar enquetes, entre outras opções que impactam diretamente no conhecimento de sua audiência em relação às campanhas.

Para que a estratégia seja ainda mais efetiva, indicamos:

  • entender qual é o canal que o seu público mais busca por promoções e investir especialmente nele;
  • utilizar uma linguagem que seja apropriada para a sua audiência;
  • utilizar fotos de qualidade, de preferência aquelas que já estejam em seu site (uma vez que isso impacta na percepção que eles têm sobre o produto).

Ofereça benefícios extras no Pós-Black Friday

Também recomendamos que você ofereça benefícios extras para o seu público que adquirir qualquer tipo de produto que esteja em estoque.

Como mencionamos, trazer o frete grátis para as compras desse período é uma opção relevante, uma vez que vai gerar economia para a pessoa que se interessar em adquirir um item em sua loja.

Além disso, você pode aproveitar o período de final de ano para incentivar a compra de presentes de natal. Nada melhor do que garantir uma promoção em um período que naturalmente as pessoas tendem a comprar mais, não é verdade?

Quando a loja ou o comércio virtual sabe utilizar bem os gatilhos para atrair o público, os resultados tendem a ser mais efetivos, impactando a lucratividade como um todo.

Trabalhe em melhorias contínuas

Como abordamos, as redes sociais podem ser utilizadas para coletar feedbacks de seu público em relação às campanhas feitas. Esse retorno contribui para implementar melhorias contínuas para os próximos anos, de modo que o negócio sempre se aperfeiçoe e traga pessoas interessadas nos produtos e serviços.

Porém, quando se trata de estoque, as melhorias também devem ser pensadas nesse sentido. As decisões de compras devem ser baseadas em dados, não em achismos.

Sendo assim, gere relatórios que servirão de análises para os próximos anos. Dessa forma, você vai fazer uma gestão de compras mais efetivas, sem a necessidade de se preocupar em se desfazer do estoque que ficou muito acima daquele pensado inicialmente.

Faça conteúdos para atrair mais clientes

Por fim, recomendamos que faça conteúdos para atrair mais clientes. Uma dica: entenda quais são aqueles produtos com maior volume em seu estoque. A partir disso, entenda quais são as dores de seu cliente que o levam a querer esse produto.

Por meio disso, você pode produzir postagens para as redes sociais, para o blog e outros canais que explorem esses objetivos, de modo que a sua persona naturalmente se interesse em adquiri-los.

Essa é uma estratégia eficiente e não agressiva, que impacta o volume de vendas e também contribui para que o seu negócio tenha ganhos além desse período de final de ano.

Pronto para queimar o estoque no Pós-Black Friday?

Como vimos, a Black Friday é uma data muito importante para o mercado em geral. Isso porque as vendas podem ser aumentadas consideravelmente, em um intervalo de tempo curto.

Porém, se mesmo aproveitando bem a Black Friday o seu estoque ainda está com itens de sobra, não precisa se desesperar! Basta ter um bom planejamento e traçar estratégias eficientes para que você possa aproveitar as oportunidades e garantir um bom faturamento.

E então? Gostou das nossas dicas para queimar o estoque pós-Black Friday? Para acompanhar mais postagens como esta, é só seguir nossos perfis nas redes sociais. Estamos no Facebook, no LinkedIn, no Youtube e no Instagram.

4.8/5 - (9 Votos)

Conteúdos relacionados

Rolar para cima
Rolar para cima