Você sabe, realmente, o que é uma plataforma de e-commerce e quais são os tipos existentes no mercado?

Esse pode parecer um questionamento banal, já que lidamos com esse termo em nosso dia a dia. Mas, o que percebemos é que a dúvida é constante.

Por isso, preparamos esse conteúdo que vai te ajudar a entender o que uma plataforma de e-commerce oferece e as diferenças de um serviço para o outro

Vamos lá?

o que é uma plataforma de e-commerce

O que é uma plataforma de e-commerce?

Plataforma de e-commerce é o sistema responsável pela criação de uma loja virtual. É por meio dela que você poderá gerenciar o seu negócio, incluir produtos, administrar estoques, preços e promoções, além de cuidar de muitas outras funções que fazem parte da rotina de um lojista do comércio eletrônico.

Então, tenha em mente que a escolha da plataforma de e-commerce será essencial para o futuro do seu negócio. Será a partir dela que tudo irá acontecer.

Mas, como escolher? 

Conheça os tipos de plataforma de e-commerce existentes no mercado

Veja abaixo os principais tipos de plataforma de e-commerce. Alguns tipos podem se combinar, resultando em subtipos.

Plataforma Open Source

Plataformas de e-commerce open source são os sistemas de código aberto, onde o layout e as funcionalidades podem ser alteradas de acordo com as necessidades do lojista.

No modelo Open Source, não existe cobrança de licenças ou outras taxas, resultando em menor investimento inicial. 

Pelos motivos apresentados, essas plataformas são utilizadas por pequenas, médias e grandes lojas virtuais, se adaptando à realidade de cada uma. 

Um dos exemplos mais famosos é o Magento, pioneiro do mercado de plataformas open source.

Mas, fique de olho: customizar e otimizar uma plataforma de código aberto exige conhecimento avançado em programação. Então, indicamos que contrate uma empresa especializada, reduzindo riscos de invasões e minimizando outros problemas ocasionados pelo mal gerenciamento do sistema open source. 

Plataforma Proprietária

Qual a diferença de uma loja virtual open source e uma proprietária? Basicamente, o seguinte: a primeira é aberta e a segunda é fechada.

Sendo assim, ao escolher uma plataforma proprietária, você não terá acesso ao código fonte, já que o sistema pertencerá à empresa que disponibilizará o serviço para o funcionamento da sua loja virtual.

Muitos podem pensar que a plataforma proprietária é mais segura do que uma open source, mas não caia nessa! Mesmo um código fechado pode ser quebrado por um hacker se não houver uma equipe especializada por trás do funcionamento do sistema.

Então, novamente, frisamos o quanto é importante ter uma empresa especializada em e-commerce cuidado da sua loja virtual.

Plataforma SaaS

A plataforma SaaS utiliza a computação em nuvem para a infraestrutura da sua loja virtual. Empresas como Netflix e Spotify são nomes que vendem seus serviços por meio dessa estratégia.

O SaaS possui uma demanda bem específica, sendo a escolha de muitas empresas que necessitam distribuir os seus produtos na internet, de forma rápida e com custo reduzido. 

Muitos consideram o modelo SaaS como sendo uma loja virtual alugada. Isso ocorre porque muitas plataformas SaaS são baseadas em softwares proprietários. Dessa forma, o e-commerce não é do lojista, sendo apenas um aluguel da tecnologia e da infraestrutura. Se precisar trocar de plataforma, o lojista perde todos os dados.

Porém, existe outra opção. O modelo Open SaaS combina as vantagens do Open Source com o SaaS. Os diferenciais são agilidade, custos baixos (do SaaS),  flexibilidade e liberdade (do Open Source). E o melhor, a loja virtual realmente é propriedade do lojista.

Aqui, você pode saber mais sobre o Magento SaaS e sua particularidades.

Plataforma Licenciada

A plataforma licenciada consiste na aquisição de uma licença para a utilização do código fonte desenvolvido por terceiros. Plataformas como SAP Hybris, Oracle e até o Magento (versão Enterprise) utilizam licenciamento.

Para que isso ocorra, há a necessidade de uma equipe interna especializada em construção e manutenção da loja virtual, garantindo, assim, o perfeito funcionamento do software. Esse modelo é mais utilizado por grandes empresas.

A licença pode ser renovada ou não, a partir do acordo estabelecido entre as partes.

Qual plataforma de e-commerce você escolhe?

Agora que você conhece os principais modelos de plataforma de e-commerce, faça a sua escolha e comece já o seu negócio.

Se ainda estiver com dúvidas sobre qual a melhor opção, nós temos duas ótimas sugestões de plataforma de e-commerce para você. Ambas funcionam no modelo Open SaaS.

Se a sua loja virtual já foi construída, mas não tem trazido os resultados esperados, faça um checkup GRATUITO com a gente! Esperamos o seu contato 😉

(Visited 1.468 times, 1 visits today)