O marketing digital trouxe várias mudanças para as empresas. Com estratégias eficientes, grande alcance e ótimo retorno sobre investimento, os empreendedores enxergaram o potencial e estão explorando as possibilidades. Nesse sentido, surgiu o digital branding.

É preciso ter uma preocupação constante com a forma de utilização dos canais de comunicação. Cada ponto de interação gera uma experiência ao cliente e é preciso unificar os sentidos para não perder a identidade da marca.

Se você deseja conhecer a importância da reputação online para uma marca e como ela influencia nos resultados e objetivos, confira nosso post de hoje!

Digital Branding

O que é branding?

Antes de entrar no conceito de digital branding, vamos falar um pouco sobre branding em geral. O branding é resultado dá percepção de que o sucesso de uma marca não está só em seus produtos ou serviços. Marcas reconhecidas são famosas pelos seus posicionamentos, formas de agir e pensar.

Branding é como a personalidade de uma empresa. Se alguém varia de personalidade a cada instante, certamente ele não conseguirá ter credibilidade com as outras pessoas. Da mesma forma acontece no mundo dos negócios. Uma empresa deve ter uma voz, um posicionamento claro, que esteja presente em todos os seus canais de comunicação.

A Apple é um exemplo de empresa que consegue explorar muito bem o trabalho de branding. Ela mostra que o conhecimento é capaz de melhorar a vida das pessoas e que o acesso à informação pode trazer resultados incríveis. Para que ele seja possível, a empresa disponibiliza no mercado os seus dispositivos eletrônicos.

Outro exemplo emblemático vem da indústria de cosméticos. A Natura recentemente apresentou uma campanha que valoriza a beleza natural das mulheres. A proposta era de que seus produtos servissem para realçar o que cada uma tem de melhor, e não forjar uma característica inexistente. Ou seja, por trás de um produto, há uma ideia principal, um posicionamento que cria a identidade da marca. A Chilli Beans é outro exemplo que podemos citar.

Os produtos dessas empresas têm uma história que é destacada. Quem entra em uma loja passa por uma experiência com a marca, conhece sua cultura, sua história e o que a levou a fazer determinado produto.

Então, o que é o digital branding?

Com o conceito de branding esclarecido, é importante entender que o digital branding consiste em utilizar os recursos digitais para fortalecer a identidade da marca.

Entretanto, muitas empresas cometem um erro ao acreditarem que basta criar um perfil nas redes sociais que o marketing digital está feito. Na verdade, não é nada assim!

Cada ponto de interação digital gera uma experiência para o cliente. Se a empresa se apresentar com uma postura diferente no Facebook, Instagram, chat online, site e numa troca de mensagens, a identidade da marca se perde e o público não terá uma referência, gerando um impacto muito forte e negativo nos negócios.

Por isso, é de suma importância avaliar e planejar a utilização de cada recurso digital para construir e fortalecer o posicionamento da empresa e a sua cultura. Aumentar a rede de comunicação é muito importante, mas é necessário gerir bem os canais.

Qual é a importância do conceito?

Trabalhar com digital branding é utilizar diferentes canais digitais para reafirmar a identidade de uma marca.

Infelizmente, muitas empresas acreditam que precisam estar em todas as plataformas digitais, e fazem isso sem qualquer planejamento. O resultado, muitas vezes, é uma postura diferente em cada uma. Isso prejudica a relação com o público, já que os usuários tendem a não reconhecer a empresa que está se oferecendo para atender determinada necessidade.

Por isso, implementar uma sólida identidade é um diferencial. Falamos dela, mas vale ressaltar novamente a Chilli Beans como referência no Brasil. A empresa de acessórios de moda trabalha muito bem a sua identidade. Em cada produto, loja física, canais de comunicação e estratégias de marketing, a cultura da empresa fica bem estampada.

O público reconhece a personalidade da marca e cria um vínculo que vai além da simples relação de empresa e cliente, o que garante a presença de fãs, que funcionam como promotores do negócio. Não só novas compras por parte dessas pessoas são estimuladas, mas também novos clientes chegam por recomendação e pela boa reputação da empresa.

No entanto, a reputação de uma empresa também pode ser prejudicada de maneira crescente no ambiente virtual. Em lojas físicas, há o contato direto com os clientes, o que torna a explicação de um possível mal-entendido uma ocasião rápida e privada. Na internet, uma crítica ao serviço de determinada empresa viraliza com rapidez e pode prejudicar futuras vendas. É para não correr riscos desse tipo que as práticas de digital branding existem.

Digital branding como conquistar a reputação online da sua marca

Quais são as melhores práticas de digital branding?

Se você quer criar uma eficiente estratégia de digital branding, confira as melhores práticas que listamos a seguir.

Entenda qual é a cultura da sua marca

O primeiro e, talvez, mais importante passo é olhar para dentro. Você precisa ter bem claro o que a sua marca quer passar ao público e qual é a sua posição. Isso é fundamental, pois será essa cultura que norteará todas as estratégias.

Marcas que não definem sua cultura não conseguem gerar clientes fidelizados. Os consumidores estão cada vez mais exigentes e querem empresas que representem seus ideais, além de ter boas práticas, como a preocupação com o meio ambiente, sustentabilidade e senso de comunidade.

Fale sobre a sua história e trajetória na estratégia de Digital Branding

Como vimos, o branding tem muito a ver com quem a sua marca é, e como isso será transmitido ao público. Por isso, contar sobre a sua história e as suas motivações é uma forma de criar laços a partir de uma troca real e humana. Afinal, as pessoas querem fazer parte de algo maior do que apenas uma logo bem feita e produtos bem elaborados.

Na plataforma principal do seu e-commerce, na parte “Quem Somos”, fale sobre como nasceu a loja virtual, quem está por trás do projeto, quais são as causas que vocês abraçam e em que acreditam. Além do texto, o depoimento pode ser feito por meio de um vídeo em formato storytelling.

Nas redes sociais, crie narrativas que também aproximem marca e pessoas. Fale sobre a trajetória do seu negócio, valores e equipe. Mostre que há mãos reais por trás da tela. Esteja próximo. Evite publicar apenas produtos e promoções.

Escolha o tipo de linguagem

A linguagem ou voz utilizada faz parte da cultura da empresa. Sendo assim, é preciso conhecer seu público-alvo e saber como se comunicar com ele. Utilizar uma linguagem inapropriada pode impossibilitar a comunicação. De outra maneira, se a marca não tem uma linguagem definida, não é possível transmitir a sua identidade claramente.

Perceba que linguagem ou voz se diferem do tom que a sua empresa usa para se comunicar com o público. A linguagem é única, está mais relacionada às características das pessoas com as quais a sua empresa procura conversar. Ela pode ser mais irreverente, técnica, objetiva ou apaixonada, de acordo com que está do outro lado.

O tom da empresa, diferentemente da voz, vai sempre mudar. Ele deve se adaptar aos diferentes canais por meio dos quais a sua empresa se comunica. No direct do Instagram, a conversa com os usuários não tem o mesmo tom de um blogpost.

Nesse exemplo, o tom no primeiro caso tende a ser mais informal, enquanto no segundo o tom deseja transmitir autoridade no assunto. No entanto, vale a pena perceber que ambas as formas devem carregar a mesma linguagem, ou seja, a mesma identidade da empresa.

Foque na experiência do cliente

Parte do Branding Digital é a experiência do cliente nos canais de comunicação que sua loja virtual tem no ambiente digital (redes sociais, site, e-mailWhatsApp etc.). Desde o primeiro contato em uma pré-venda até um e-mail de agradecimento, a identidade da marca deve se fazer presente.

Prepare sua equipe para atender, de maneira humana e com treinamento adequado, em todos os canais digitais adotados no seu planejamento de marketing e branding digital.

Saiba que a experiência vai além de um atendimento humanizado. É fundamental colocar as necessidades do cliente no foco de todas suas ações. Negocie descontos com parceiros, ofereça suportes diferenciados, tenha programas de fidelidade e invista em outros jeitos de fidelizar o cliente pelo bom serviço.

Planeje as estratégias de comunicação

Após esse trabalho de esclarecimento, reconhecendo a cultura e definindo a linguagem, você deve reunir toda a sua equipe e planejar as estratégias de comunicação.

O marketing digital tem diversas ações, como a produção de conteúdo, acompanhamento e postagem nas redes sociais, chat online e a construção de uma boa loja virtual responsiva, como conversamos aqui.

É crucial alinhar com todos os colaboradores que, não importa qual for o canal de comunicação, a experiência do usuário tem que seguir a identidade da marca. Esse é o grande ponto para construir a reputação online da sua marca e alcançar o sucesso no negócio.

Por que ter um propósito é um diferencial competitivo?

Tudo isso que mostramos até agora sobre digital branding releva a importância de uma empresa definir o seu propósito. Aqui, propósito é a sua razão de ser, o motivo que releva a importância da existência da empresa no meio em que atua.

Por qual razão a sua empresa faz o que faz? Para qual problema ela é uma solução? Empresas que não têm propósito não inspiram clientes nem os próprios colaboradores. Vale ressaltar que lucrar não é um propósito. Toda empresa, independentemente do nicho, surge com a pretensão de lucro, mesmo que alcance isso somente a longo prazo.

O propósito é o que baseia a cultura e os valores, e guia todas as estratégias da empresa. O propósito torna a sua empresa única quando comparada aos concorrentes, por isso é um fator competitivo. Clientes procuram empresas que inspirem e façam com que eles sejam parte de uma comunidade.

Qual é a diferença entre loja virtual, blog e redes sociais na estratégia de Digital Branding?

Agora, vamos esclarecer algumas dúvidas: qual é a melhor forma de utilizar os principais canais de comunicação no planejamento de Digital Branding? E qual a diferença entre eles? Confira logo abaixo.

Loja virtual

A loja virtual será o seu cartão de visita e, consequentemente, a cara principal da sua empresa. O e-commerce é a “mãe” de todos os outros meios de diálogo e divulgação do seu negócio, além de ser o local no qual as compras serão efetuadas. Portanto, a loja precisa passar credibilidade e segurança.

Nesse sentido, é essencial que você tenha um site bem desenhado, com design otimizado para uma eficiente experiência do usuário, assim como módulos de frete, pagamento e outros, garantindo o funcionamento de forma adequada. Para isso, vale a pena contar com uma empresa especializada em e-commerce com você.

Blog

blog funciona como estratégia de marketing de conteúdo, por meio da qual a sua loja virtual construirá autoridade dentro do seu nicho. Por exemplo, se você possui um e-commerce de moda, os textos abordarão tendências, dicas para montar looks, novidades do mercado etc.

Tudo isso é feito com estratégias de SEO (Search Engine Optimization — Otimização para Mecanismos de Busca), as quais posicionam os seus conteúdos de maneira estratégica nas páginas de resultado do Google e de outros buscadores. Dessa maneira, o blog do seu e-commerce será encontrado facilmente na internet.

Redes sociais

As redes sociais funcionam para divulgar produtos e promoções, contar novidades, construir storytelling (como comentamos nos tópicos acima) e compartilhar dicas mais práticas e rápidas sobre o nicho da sua empresa. Atualmente, é essencial ter um bom planejamento de redes sociais, já que elas são fundamentais para o seu Digital Branding. 

Como avaliar o digital branding do e-commerce?

O digital branding envolve o uso de plataformas e ferramentas que movem e influenciam o relacionamento que sua empresa tem com o público. Desde as primeiras interações até a fase de pós-venda, a identidade é o que leva o usuário a seguir empresas nas redes sociais e fazer futuras compras.

Portanto, a melhor maneira de avaliar o digital branding de um e-commerce é por meio das principais métricas usadas no marketing digital. São elas:

  • taxa de conversão: o cálculo da taxa de conversão varia de acordo com o objetivo definido. Esse objetivo é sempre um passo na jornada para se tornar um cliente, como baixar um e-book, assinar a newsletter etc.
  • Retorno sobre Investimento (ROI): o ROI mostra o retorno sobre o valor investido em determinada ação, como um anúncio ou estratégia de marketing de conteúdo;
  • tícket médio: essa métrica define o valor médio que cada cliente gasta com os produtos da sua empresa;
  • visitas no site: essa métrica é simples, mas garante uma boa noção do nível de visibilidade que os conteúdos do seu site estão ganhando na internet.

Aplique Digital Branding no seu e-commerce!

Neste artigo, vimos que o digital branding deve ser levado em consideração no momento de planejar suas ações de comunicação. Saber explorar cada recurso digital pode aproximar a marca de seus clientes e transformá-los em verdadeiros fãs, melhorando a reputação online.

Agora que você sabe como criar um digital branding consistente, acompanhe mais novidades sobre gestão de e-commerce e investimento em marketing digital: curta a página da Bertholdo no Facebook.

(Visited 570 times, 1 visits today)
Digital Branding para e-commerce: dicas para construir sua marca Digital Branding para e-commerce: dicas para construir sua marca Digital Branding para e-commerce: dicas para construir sua marca 2020-09-10 20:47:01
4.9285714285714 5 1