O fim do ano ano chegou trazendo a expectativa de aumentar as vendas no Natal, inclusive no e-commerce. Porém, a desatualização ou despreparo de algumas lojas, muitas vezes, representa a perda de receita, além de projetar riscos para lojistas e compradores.

Como todos pretendem driblar os prejuízos nesta fase financeira delicada, você vai descobrir, neste artigo, como se programar com antecedência para alavancar as vendas no Natal.

vendas-no-natal

Atualize seu site para as vendas no Natal

É um costume, não só no Brasil, mas também em outros países, que as pessoas comprem novas peças de vestuário para passar o Natal ou a virada do ano. Pensando nisso, o seu site deve estar atualizado visualmente conforme o período festivo, seja incluindo categorias específicas — como “Opções de presentes” — ou, no caso de um comércio voltado para a moda, “Vestidos para a noite de Natal”, por exemplo.

Essas são opções atrativas, já que a maioria das pessoas costuma se arrumar para confraternizar com amigos e familiares.

Uma dica interessante é alterar todo o layout das páginas conforme a data. Da mesma forma que nós enfeitamos nossa casa no período natalino, altere o layout do seu site para torná-lo mais festivo e entrar no clima, inclusive estimulando seus visitantes a fazerem novas compras.

Invista em divulgação

Despertar essa decisão de compra no usuário é o principal objetivo de uma divulgação assertiva para o seu e-commerce. Para isso, defina seu público-alvo e foque em canais atrativos para ele.

No caso mencionado anteriormente, o marketing para um e-commerce de moda, por exemplo, pode ser viabilizado nas próprias mídias sociais, onde os usuários passam boa parte do tempo na proximidade desses períodos ou férias, certo?

Aproveite para direcionar a clientela para a sua loja virtual, enriquecendo o tráfego e também seu bolso! 

Explore o poder das redes sociais

As diferentes redes sociais, como Instagram, Facebook, Twitter e, até mesmo, o LinkedIn são ótimas para qualquer tipo de negócio. As plataformas servem não só como um canal de divulgação, mas também uma forma de estreitar o relacionamento da marca com seus clientes.

Seguindo o nosso exemplo de um e-commerce focado em moda, uma ideia é postar modelos com as peças de roupa no Instagram — rede mais focado em imagens e efeitos visuais. Dessa forma, um bom público pode ser atraído até o site e fechar a compra.

Dentro dessa mesma rede, você pode usar o campo de stories. Funciona como uma postagem, mas que fica visível por apenas 24 horas. O stories alcança um bom público porque fica localizado na parte superior do feed de postagens, diferente do restante das publicações, que você deve rolar a página para ver mais.

Outro ponto positivo das redes sociais é a possibilidade de utilizar as plataformas sem a necessidade de investir financeiramente. Você pode criar uma página ou perfil nas redes que mais interessam ao negócio e criar uma boa presença.

No entanto, uma forma de alavancar o envolvimento do público com as postagens é investir em anúncios. As plataformas do Facebook Ads ou Instagram Ads são feitas para esses investimentos. Aplicando pequenos valores, é possível alavancar o alcance das publicações.

O interessante é que você pode configurar suas campanhas para só pagar mediante uma ação do usuário, como o clique na publicação. Assim, você terá mais controle do investimento e relação de retorno e aplicação.

Otimize o seu site para a busca orgânica

Se você tem um comércio eletrônico e quer impulsionar as vendas no Natal é fundamental pensar em SEO. Se você ainda não sabe do que se trata essa sigla, não pode mais perder tempo.

SEO é Search Engine Optimization, ou Otimização para Mecanismos de Busca. Quando você digita um termo no Google, ele usa diversos mecanismos para encontrar as páginas mais relevantes para sua pesquisa. Para isso, ele faz uma varredura na internet e analisa diferentes pontos para criar o ranqueamento.

As páginas que ocupam os primeiros lugares das respostas concentram a maior parte dos cliques e, consequentemente, das vendas! Então, nada mais interessante do que estar entre as primeiras posições — de preferência no primeiro lugar, certo?

Para isso, existem várias técnicas que devem ser implantadas, tais como:

  • utilização de links;
  • criação de conteúdo relevante;
  • páginas responsivas;
  • layout agradável;
  • baixo tempo de abertura das páginas;
  • otimização das imagens;
  • criação de URLs amigáveis;
  • utilização estratégica das palavras-chave.

Entre essas várias técnicas, vamos destacar o uso das palavras-chave. Esses termos são aqueles que os usuários utilizam no campo de pesquisa para encontrar algo. Eles podem ser definidos de duas formas: head tail e long tail.

O primeiro é relacionado com os termos curtos e generalistas, como “máquina de lavar”. Para esse termo, serão encontradas muitas páginas de respostas, com os mais variados modelos de máquinas. A concorrência será muito alta para alcançar as primeiras posições, mas o volume de busca também é bastante elevado.

Já a segunda opção, o long tail, é mais definido, como “máquina de lavar 10 litros marca X”. Se você usar esse termo na busca, as respostas serão bem específicas, então a concorrência para o ranqueamento é menor. No entanto, o volume de busca também é inferior.

Vale fazer um levantamento dos principais termos usados pelo seu público-alvo e colocar essas palavras-chave nas páginas da sua loja virtual. Assim, você pode aparecer em destaque nas pesquisas e atrair muitos usuários para e-commerce, impulsionando as vendas no natal.

Agilize suas operações

Clientes difíceis ou impacientes são comuns em qualquer época do ano. No entanto, uma loja virtual travada em pleno período natalino pode ser um pesadelo para muitos empreendedores digitais!

A única forma de evitar que esse temor se torne realidade é melhorando a funcionalidade do seu sistema. Por isso, é recomendável:

  • verificar a efetivação dos pagamentos;
  • agilizar o retorno em quaisquer solicitações dos clientes;
  • melhorar o prazo de entrega.

Além disso, oferecer um carregamento rápido é infalível para garantir que os usuários apressadinhos — comuns na temporada — não saiam do site.

Outra dica é otimizar a página para acesso via smartphone, pois grande parte das compras on-line ocorre em celulares ou tablets.

Ofereça condições especiais de pagamento

Como estamos falando de aumentar seu faturamento, é válido lembrar que a maioria dos consumidores receberá o décimo terceiro salário. Em contrapartida, precisarão arcar com várias despesas no início do ano, além dos presentes de Natal.

Pensando nisso, é extremamente importante criar ofertas ou condições de pagamento decisivas para vender mais, como os cupons, códigos de desconto e formas de parcelamento acessíveis.

Evite o abandono de carrinho

No período natalino, é bastante comum encontrar carrinhos abarrotados de compras abandonados no canto de supermercados ou grandes lojas. Infelizmente, isso também ocorre nas lojas virtuais devido ao aumento de acessos e, consequentemente, um número maior de transações não finalizadas.

Por isso, simplificar o processo de pagamento deve incluir:

  • permitir check-in via redes sociais;
  • minimizar a quantidade de informações solicitadas;
  • aceitar várias opções de pagamento;
  • inserir campos de preenchimento automático.

Sabendo que o frete alto prejudica as vendas, oferecer frete grátis também combate o abandono de carrinho.

Como os empresários pretendem alcançar mais segurança financeira, essas medidas ampliam a visibilidade da marca nesse período — tido como o mais importante do ano em matéria de faturamento e, propiciando, certamente, o crescimento da empresa.

Pronto para aumentar as vendas no natal?

Agora que você aprendeu a otimizar as vendas no Natal, curta nossas redes sociais  e confira mais conteúdos exclusivos! Estamos no FacebookLinkedIn, Google+ e YouTube.

Salvar

(Visited 130 times, 1 visits today)